Tribunal britânico nega pedido para anular mandado de prisão contra fundador do Wikileaks

Se deixar o prédio, Assange pode ser preso pela polícia britânica por sua violação na condição de fiança para evitar extradição para a Suécia para enfrentar uma acusação de estupro, que ele nega.

Tribunal britânico nega pedido para anular mandado de prisão contra fundador do Wikileaks
Tribunal britânico nega pedido para anular mandado de prisão contra fundador do Wikileaks
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - Um tribunal britânico rejeitou, nesta terça-feira, um recurso do fundador do Wikileaks, Julian Assage, para anular um mandado pela sua prisão.

Assange tem vivido dentro da embaixada do Equador em Londres há mais de cinco anos, por temer extradição para os Estados Unidos.

Se deixar o prédio, Assange pode ser preso pela polícia britânica por sua violação na condição de fiança para evitar extradição para a Suécia para enfrentar uma acusação de estupro, que ele nega.

Desde então, o caso sueco foi abandonado, mas para autoridades britânicas Assange continua tendo violado as condições de sua fiança.

Reportagem de Michael Holden

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247