Universidade Federal de Ouro Preto também dará curso sobre o golpe

Agora, já são 15 as universidades brasileiras com cursos sobre o golpe de 2016, que depôs a presidente honesta Dilma Rousseff e instalou Michel Temer, denunciado por corrupção e quadrilha na presidência; além dos cursos a serem ministrados pelas instituições brasileiras, a Universidade de Bradford, da Grã-Bretanha, vai promover uma palestra sobre o mesma tema

Agora, já são 15 as universidades brasileiras com cursos sobre o golpe de 2016, que depôs a presidente honesta Dilma Rousseff e instalou Michel Temer, denunciado por corrupção e quadrilha na presidência; além dos cursos a serem ministrados pelas instituições brasileiras, a Universidade de Bradford, da Grã-Bretanha, vai promover uma palestra sobre o mesma tema
Agora, já são 15 as universidades brasileiras com cursos sobre o golpe de 2016, que depôs a presidente honesta Dilma Rousseff e instalou Michel Temer, denunciado por corrupção e quadrilha na presidência; além dos cursos a serem ministrados pelas instituições brasileiras, a Universidade de Bradford, da Grã-Bretanha, vai promover uma palestra sobre o mesma tema (Foto: Leonardo Attuch)

Do Nocaute A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) anunciou que também dará a disciplina sobre o golpe de 2016. Já são 15 instituições públicas que incluíram o curso em suas grades após a Universidade de Brasília ser vítima de censura do Ministério da Educação.

Na UFOP, o curso será dado pelo Departamento de História e terá os seguintes tópicos:

Regimes autoritários: estudos de caso

A crise de representatividade nas democracias modernas.

O poder judiciário e a sociedade de classes

Memórias da ditadura civil militar na América do Sul

O golpe de 2016: farsa e tragédia

Neoliberalismo e novos pactos políticos: a retirada de direitos e acumulação de capital

Intervenção militar no Rio de Janeiro e o Golpe de 2016

A extrema direita sai do armário: censura, ataque às minorias e o apoio ao golpe

A democracia tem futuro?

Veja também: Haddad: com Lula, em Florianópolis, vamos debater autonomia e liberdade universitárias

Além dos cursos a serem ministrados pelas instituições brasileiras, a Universidade de Bradford, da Grã-Bretanha, vai promover a palestra “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”. A professora Fiona Macaulay escreveu em sua página de Facebook que a palestra será dada “em solidariedade ao professor Luis Felipe Miguel, que vem sendo perseguido pelo ministro da Educação do governo Michel Temer, Mendonça Filho”.

Veja outras universidades brasileiras que também oferecerão o curso:

Unicamp (Universidade de Campinas)
UFBA (Universidade Federal da Bahia)
UFAM (Universidade Federal do Amazonas)
UFS (Universidade Federal de Sergipe)
UEPB (Universidade Estadual da Paraíba)
URGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)
UFSJ (Universidade Federal de São João del-Rei)
UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora)
UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina)
USP (Universidade de São Paulo)
UFC (Universidade Federal do Ceará)
UFES (Universidade Federal do Espírito Santo)
UNEB (Universidade do Estado da Bahia)
UEA (Univesidade do Estado do Amazonas)
UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247