Vaccari colocará Tarso Genro como testemunha

Ex-governador gaúcho foi um dos que mais defenderam o afastamento do tesoureiro do PT: "Se ele for denunciado, e se a denúncia foi aceita como é a informação que nós temos, o partido deve pedir para que ele se afaste e, se ele não se afastar, afastá-lo preventivamente", disse Tarso Genro, antes da prisão de João Vaccari Neto na operação Lava Jato

Ex-governador gaúcho foi um dos que mais defenderam o afastamento do tesoureiro do PT: "Se ele for denunciado, e se a denúncia foi aceita como é a informação que nós temos, o partido deve pedir para que ele se afaste e, se ele não se afastar, afastá-lo preventivamente", disse Tarso Genro, antes da prisão de João Vaccari Neto na operação Lava Jato
Ex-governador gaúcho foi um dos que mais defenderam o afastamento do tesoureiro do PT: "Se ele for denunciado, e se a denúncia foi aceita como é a informação que nós temos, o partido deve pedir para que ele se afaste e, se ele não se afastar, afastá-lo preventivamente", disse Tarso Genro, antes da prisão de João Vaccari Neto na operação Lava Jato (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Segundo a colunista Sonia Racy, do ‘Estado de S. Paulo’, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso na operação Lava Jato, está listando entre suas testemunhas de defesa Tarso Genro.

O ex-governador gaúcho foi um dos que mais defenderam o afastamento de Vaccari. "Se ele for denunciado, e se a denúncia foi aceita como é a informação que nós temos, o partido deve pedir para que ele se afaste e, se ele não se afastar, afastá-lo preventivamente", disse Genro, antes da prisão do tesoureiro.

Tarso Genro disse, ainda, que o PT precisa passar por uma "renovação profunda", além de ter que se adaptar ao "novo ciclo econômico e social do país". Segundo ele, é preciso fazer "uma profunda revisão dos pressupostos éticos e políticos que fizeram parte do próprio nascimento do partido".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247