Valadares critica governo JB por atrasar recursos para hospital de Simão Dias

O senador Valadares (PSB) enviou texto à imprensa nesta terça (29) no qual critica o repasse de recursos do governo Jackson Barreto para o Hospital de Simão Dias; "Considero lamentável que o governo estadual venha atrasando sistematicamente a transferência dos recursos devidos, agora por quase 3 meses, o que corresponde a um montante de trezentos e quinze mil reais", afirmou; na nota, o parlamentar se antecipou a possíveis especulações de crise na relação com o governo: "Quem ouve uma crítica justa e respeitosa, ao invés de se mostrar ofendido, deve aproveita-la para aperfeiçoar a sua atuação e servir melhor a coletividade. Não será com o nosso silêncio, para encobrir falhas do governo que estaremos ajudando a este povo generoso que confiou em todos nós durante as eleições"

O senador Valadares (PSB) enviou texto à imprensa nesta terça (29) no qual critica o repasse de recursos do governo Jackson Barreto para o Hospital de Simão Dias; "Considero lamentável que o governo estadual venha atrasando sistematicamente a transferência dos recursos devidos, agora por quase 3 meses, o que corresponde a um montante de trezentos e quinze mil reais", afirmou; na nota, o parlamentar se antecipou a possíveis especulações de crise na relação com o governo: "Quem ouve uma crítica justa e respeitosa, ao invés de se mostrar ofendido, deve aproveita-la para aperfeiçoar a sua atuação e servir melhor a coletividade. Não será com o nosso silêncio, para encobrir falhas do governo que estaremos ajudando a este povo generoso que confiou em todos nós durante as eleições"
O senador Valadares (PSB) enviou texto à imprensa nesta terça (29) no qual critica o repasse de recursos do governo Jackson Barreto para o Hospital de Simão Dias; "Considero lamentável que o governo estadual venha atrasando sistematicamente a transferência dos recursos devidos, agora por quase 3 meses, o que corresponde a um montante de trezentos e quinze mil reais", afirmou; na nota, o parlamentar se antecipou a possíveis especulações de crise na relação com o governo: "Quem ouve uma crítica justa e respeitosa, ao invés de se mostrar ofendido, deve aproveita-la para aperfeiçoar a sua atuação e servir melhor a coletividade. Não será com o nosso silêncio, para encobrir falhas do governo que estaremos ajudando a este povo generoso que confiou em todos nós durante as eleições" (Foto: Valter Lima)

247 - O senador Valadares (PSB) enviou texto à imprensa nesta terça-feira (29) no qual critica o repasse de recursos do governo Jackson Barreto para o Hospital de Simão Dias.

"Considero lamentável que o governo estadual venha atrasando sistematicamente a transferência dos recursos devidos, agora por quase 3 meses, o que corresponde a um montante de CR$ 315.000,00 (trezentos e quinze mil reais). Esse atraso torna praticamente impossível o funcionamento da Casa de Saúde Pedro Valadares. Como os médicos resolveram abandonar as suas atividades pelo atraso de seus salários, é precária e insustentável a prestação de serviço de saúde a que a comunidade simãodiense tem o direito de receber", afirmou.

Na nota, o parlamentar se antecipou a possíveis especulações de crise na relação com o governo. "Quem ouve uma crítica justa e respeitosa, ao invés de se mostrar ofendido, deve aproveita-la para aperfeiçoar a sua atuação e servir melhor a coletividade. Não será com o nosso silêncio, para encobrir falhas do governo que estaremos ajudando a este povo generoso que confiou em todos nós durante as eleições", afirmou.

Abaixo o texto na íntegra:

Quero reiterar o meu inconformismo com a inaceitável e descabida crise no Hospital de Simão Dias. Ela se agrava e se acentua a cada dia pelo atraso dos repasses financeiros a que o Estado é obrigado a fazer por força de contrato. Em virtude de ação impetrada pelo Ministério Público a Justiça determinou a correção do valor do repasse mensal. Considero lamentável que o governo estadual venha atrasando sistematicamente a transferência dos recursos devidos, agora por quase 3 meses, o que corresponde a um montante de CR$ 315.000,00 (trezentos e quinze mil reais). Esse atraso torna praticamente impossível o funcionamento da Casa de Saúde Pedro Valadares. Como os médicos resolveram abandonar as suas atividades pelo atraso de seus salários, é precária e insustentável a prestação de serviço de saúde a que a comunidade simãodiense tem o direito de receber.

Como senador, ao lado do deputado Valadares Filho, nunca deixei de me colocar à disposição das autoridades do Estado e do Município para resolver essa questão tão grave que atinge frontalmente os direitos do povo de Simão Dias de ter um atendimento de saúde adequado e de boa qualidade.

É incompreensível que o Hospital, com verbas de nossa iniciativa, tenha recebido aparelhos de última geração e estejam encostados por falta de uso, lá estão: um aparelho de ultra-sonografia 3D, um carro de anestesia (dreaguer) para procedimento cirúrgico; sala de cirurgia com foco LED, só existente em Hospitais de primeira linha como no Sírio-Libanês, no Alemão e no Albert Einstein em SP, no Primavera e no Hospital Cirurgia em Aracaju. Muitas cirurgias poderiam ser feitas neste Hospital se houvesse interesse das autoridades competentes do Estado e do Município. A população fica a depender da Capital ou de outras cidades, quando o atendimento cirúrgico poderia acontecer aqui mesmo, em Simão Dias. Por que eu não tenho o direito, como senador, de reclamar e exigir atenção do governo que apoiamos? Exerço meu mandato com honra e compromisso. O povo não pode ser iludido nem decepcionado com a nossa omissão, já que temos compromissos assumidos em praça pública. O fato de morar, ou não em Simão Dias, não isenta nenhum de nós da responsabilidade que cada um deve ter no exercício legítimo de cargos eletivos ou posições que ocupamos. Nem tampouco, a defesa de uma boa causa não pode ser monopólio ou prerrogativa de alguns.

Quem ouve uma crítica justa e respeitosa, ao invés de se mostrar ofendido, deve aproveita-la para aperfeiçoar a sua atuação e servir melhor a coletividade.

Não será com o nosso silêncio, para encobrir falhas do governo que estaremos ajudando a este povo generoso que confiou em todos nós durante as eleições.

Foi morando em Aracaju, ou em Brasília, que tive a coragem de defender a minha terra, e trabalhar por ela com afinco e honestidade, criando tantas oportunidades de emprego, melhoria da economia local e a realização de obras para o município.

Além disso, com a firmeza de nossas posições quantos caminhos abrimos para o surgimento em Simão Dias e no Estado de novas lideranças políticas.

O povo não está esquecido, nem nunca esquecerá, tenho certeza!

Por último, sempre que for necessário romperei o meu silêncio com a tranquilidade e o mesmo equilíbrio, sem nenhum medo de exigir de forma legítima a consideração e o apoio de todos aqueles que possam e tenham o dever de ajudar ao meu querido povo de Simão Dias.

Senador Antonio Carlos Valadares
Líder do PSB no Senado

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247