Valadares: "exoneração de Pimentel é alta molecagem de parte do PT"

Senador do PSB critica saída de Luciano Pimentel da superintendência da Caixa Econômica Federal em Sergipe e diz que a decisão foi motivada pela pressão política do deputado estadual João Daniel (PT) e do presidente do PT, deputado federal Rogério Carvalho; "Quero deixar claro que quem provocou a mudança não foi o PT de Marcelo Déda, mas o PT de Rogério e João Daniel", afirmou; pelo Twitter, Valadares pediu a presidente Dilma a exoneração de Paulo Viana da Codevasf e afirmou que precisa refletir melhor sobre o momento político antes das decisões que o PSB terá que assumir; João Daniel reafirma denúncias de uso eleitoreiro da Caixa contra Pimentel, mas nega que tenha pedido a exoneração

Senador do PSB critica saída de Luciano Pimentel da superintendência da Caixa Econômica Federal em Sergipe e diz que a decisão foi motivada pela pressão política do deputado estadual João Daniel (PT) e do presidente do PT, deputado federal Rogério Carvalho; "Quero deixar claro que quem provocou a mudança não foi o PT de Marcelo Déda, mas o PT de Rogério e João Daniel", afirmou; pelo Twitter, Valadares pediu a presidente Dilma a exoneração de Paulo Viana da Codevasf e afirmou que precisa refletir melhor sobre o momento político antes das decisões que o PSB terá que assumir; João Daniel reafirma denúncias de uso eleitoreiro da Caixa contra Pimentel, mas nega que tenha pedido a exoneração
Senador do PSB critica saída de Luciano Pimentel da superintendência da Caixa Econômica Federal em Sergipe e diz que a decisão foi motivada pela pressão política do deputado estadual João Daniel (PT) e do presidente do PT, deputado federal Rogério Carvalho; "Quero deixar claro que quem provocou a mudança não foi o PT de Marcelo Déda, mas o PT de Rogério e João Daniel", afirmou; pelo Twitter, Valadares pediu a presidente Dilma a exoneração de Paulo Viana da Codevasf e afirmou que precisa refletir melhor sobre o momento político antes das decisões que o PSB terá que assumir; João Daniel reafirma denúncias de uso eleitoreiro da Caixa contra Pimentel, mas nega que tenha pedido a exoneração (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 – Está aberta a crise entre PSB e PT em Sergipe. Com a exoneração de Luciano Pimentel (PSB) da superintendência da Caixa Econômica Federal em Sergipe, por pressão do deputado estadual João Daniel (PT), que, no final do ano passado, havia denunciado suposto uso eleitoreiro de programas do banco no Estado, a relação entre as lideranças dos dois partidos fica estremecida. Poderá prejudicar a aliança em torno do projeto do governador Jackson Barreto (PMDB)?

Valadares, presidente de honra do PSB sergipano, diz que a exoneração foi motivada pela pressão política movida pelo deputado estadual João Daniel (PT) e pelo presidente estadual do PT, deputado federal Rogério Carvalho. Ele afirma que há 15 dias informou ao governador Jackson Barreto (PMDB) que os deputados estavam fazendo pressões junto a ministra Ideli Salvati (Articulação Política) para a mudança na superintendência da Caixa.

"Quero deixar claro que quem provocou a mudança não foi o PT de Marcelo Déda, mas o PT de Rogério e João Daniel", ressaltou o senador, que disse que fará nova avaliação sobre a aliança política em Sergipe. Há duas semanas, pouco antes do recesso parlamentar, João Daniel discursou na Assembleia contra a mudança do programa rural adotado pela Caixa em Sergipe (leia mais aqui).

Segundo o senador Valadares, o deputado João Daniel controla entidades ligadas a área rural que intermedia programas do Incra e da Caixa voltados para o campo. "Em Sergipe, Luciano Pimentel conseguiu seis mil casas na área rural, o dobro do número de casas construídas na Bahia. O mais grave é que a mudança tem nítida motivação política", critica o senador.

Pelo Twitter, Valadares pediu que presidente Dilma também exonere Paulo Viana da Codevasf, "antes que João Daniel organize novo movimento e faça um discurso exigindo sua saída". Disse também que a presidente Dilma "tem o poder de exonerar auxiliares e não deve esperar por movimentos ou discursos eleitoreiros e oportunistas para fazê-lo".

Ao Cinform, Valadares disse que a exoneração de Luciano Pimentel é "uma patacoada patrocinada pelo deputado João Daniel para desmoralizar um homem de bem". E foi mais incisivo: "Isso é uma alta molecagem de parte do PT de Sergipe". E avisou que investigará entidades ligadas ao deputado petista.

Pelo Twitter, o senador avisou que viajará por 15 dias de férias, período em que "refletirá melhor sobre o momento político antes das decisões que o PSB terá que assumir". No Facebook, ele afirmou que "este ano será um ano duro que exigirá do PSB sergipano acerto e firmeza em suas decisões". 

"NÃO PEDI PARA EXONERAR NINGUÉM", DIZ JOÃO DANIEL

João Daniel nega que tenha pedido a exoneração de Pimentel ("Não pedi para exonerar ninguém", afirmou ao Cinform), mas assume a responsabilidade da denúncia contra o ex-superintendente. O petista também ressalta que "chegou a mostrar os problemas de Pimentel" para o presidente do banco e para a presidente Dilma. Ele diz não ver prejuízos em toda esta polêmica para a aliança entre PT, PSB e PMDB.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247