Valente: Alckmin é muito cara de pau

“Alckmin é muito cara de pau. Em entrevista ao Estadão diz: "governo Temer não tem legitimidade pq não teve voto". Sim, Alckmin, o que sempre dissemos, mas o tucano só "esquece" de dizer que foi um golpista de primeira hora, um dos responsáveis por Temer assumir a presidência”, disse o deputado do Psol-SP

“Alckmin é muito cara de pau. Em entrevista ao Estadão diz: "governo Temer não tem legitimidade pq não teve voto". Sim, Alckmin, o que sempre dissemos, mas o tucano só "esquece" de dizer que foi um golpista de primeira hora, um dos responsáveis por Temer assumir a presidência”, disse o deputado do Psol-SP
“Alckmin é muito cara de pau. Em entrevista ao Estadão diz: "governo Temer não tem legitimidade pq não teve voto". Sim, Alckmin, o que sempre dissemos, mas o tucano só "esquece" de dizer que foi um golpista de primeira hora, um dos responsáveis por Temer assumir a presidência”, disse o deputado do Psol-SP (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 – O deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) bateu pesado no ex-governador de São Paulo e presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, que, mesmo com o seu partido tendo apoiado o golpe contra Dilma Rousseff, agora diz que o governo Temer não tem legitimidade.

“Alckmin é muito cara de pau. Em entrevista ao Estadão diz: "governo Temer não tem legitimidade pq não teve voto". Sim, Alckmin, o que sempre dissemos, mas o tucano só "esquece" de dizer que foi um golpista de primeira hora, um dos responsáveis por Temer assumir a presidência”, escreveu o parlamentar no Twitter.

“Ninguém quer ser o pai do vampirão. Alckmin faz uma ginástica para tentar dizer que não tem nada a ver com o desastre. Legado? Que legado? Não adianta Alckmin, todo mundo sabe o seu papel para dar a presidência a Temer e sua quadrinha”, acrescentou.

Sobre o governo Temer, Alckmin disse acreditar que "ninguém está discutindo legado, estamos discutindo o futuro". "O governo atual tem um grande problema, que é a falta de legitimidade porque não teve voto. Na democracia tem que ter voto. A união entre o cidadão e o governo se dá pelo voto, por isso essa dificuldade enorme", afirmou (leia mais aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247