Vanderlan: "Vou governar Goiânia com parcerias"

O candidato Vanderlan Cardoso (PSB) deu entrevista ao jornal Diário da Manhã e falou sobre o que planeja para a prefeitura de Goiânia; Vanderlan disse que o hoje a Capital é governada com rancor e em sua gestão a prioridade será a parceria; "É preciso todos se darem as mãos para resgatar Goiânia. Eu não vou em hipótese alguma trabalhar sem ir atrás das parcerias, com o governo do Estado, o governo federal, para implantar os polos, com a concessão de áreas, incentivos fiscais, treinamento de mão de obra; infraestrutura; viadutos. São muitas parcerias que Goiânia perdeu nos últimos anos”

O candidato Vanderlan Cardoso (PSB) deu entrevista ao jornal Diário da Manhã e falou sobre o que planeja para a prefeitura de Goiânia; Vanderlan disse que o hoje a Capital é governada com rancor e em sua gestão a prioridade será a parceria; "É preciso todos se darem as mãos para resgatar Goiânia. Eu não vou em hipótese alguma trabalhar sem ir atrás das parcerias, com o governo do Estado, o governo federal, para implantar os polos, com a concessão de áreas, incentivos fiscais, treinamento de mão de obra; infraestrutura; viadutos. São muitas parcerias que Goiânia perdeu nos últimos anos”
O candidato Vanderlan Cardoso (PSB) deu entrevista ao jornal Diário da Manhã e falou sobre o que planeja para a prefeitura de Goiânia; Vanderlan disse que o hoje a Capital é governada com rancor e em sua gestão a prioridade será a parceria; "É preciso todos se darem as mãos para resgatar Goiânia. Eu não vou em hipótese alguma trabalhar sem ir atrás das parcerias, com o governo do Estado, o governo federal, para implantar os polos, com a concessão de áreas, incentivos fiscais, treinamento de mão de obra; infraestrutura; viadutos. São muitas parcerias que Goiânia perdeu nos últimos anos” (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O candidato Vanderlan Cardoso (PSB) deu entrevista ao jornal Diário da Manhã e falou sobre o que planeja para a prefeitura de Goiânia. Vanderlan disse que o hoje a Capital é governada com rancor e em sua gestão a prioridade será a parceria.

"É preciso todos se darem as mãos para resgatar Goiânia. Eu não vou em hipótese alguma trabalhar sem ir atrás das parcerias, com o governo do Estado, o governo federal, para implantar os polos, com a concessão de áreas, incentivos fiscais, treinamento de mão de obra; infraestrutura; viadutos. São muitas parcerias que Goiânia perdeu nos últimos anos”.

A aliança entre PMDB e PT está em abalo desde meados do ano passado e em 2016 degringolou de vez, com o prefeito Paulo Garcia e Iris Rezende trocando acusações.  

"Quando eu digo administrar com o fígado é com rancor, com ódio. Goiânia chegou no fundo do poço, a cidade não aguenta mais um ano sendo administrada do jeito que está. Então, passadas as eleições, é preciso a todos se darem as mãos para resgatar Goiânia. Eu não vou em hipótese alguma trabalhar sem ir atrás das parcerias, com o governo do Estado, para a implantação dos polos, com a concessão de áreas e de incentivos fiscais; treinamento de mão de obra e infraestrutura, como os viadutos. São muitas as parcerias que Goiânia perdeu nos últimos anos. Eu disputei as eleições em 2004 contra o candidato do governador à época e, mesmo assim, no outro dia, depois das eleições, eu estava lá no palácio do governo em busca de parcerias".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247