Vendas do consórcio imobiliário crescem 50% na Caixa Seguradora

Entre os fatores que influenciaram nesse crescimento, tem o fato de o consórcio não cobrar juros, oferecendo, assim, parcelas que cabem no bolso do consumidor; "O consórcio tem sido uma ótima opção para quem quer adquirir imóveis nesses tempos de crédito mais restrito", afirma o diretor de Consórcios da Caixa Seguradora, Laudimiro Filho

Entre os fatores que influenciaram nesse crescimento, tem o fato de o consórcio não cobrar juros, oferecendo, assim, parcelas que cabem no bolso do consumidor; "O consórcio tem sido uma ótima opção para quem quer adquirir imóveis nesses tempos de crédito mais restrito", afirma o diretor de Consórcios da Caixa Seguradora, Laudimiro Filho
Entre os fatores que influenciaram nesse crescimento, tem o fato de o consórcio não cobrar juros, oferecendo, assim, parcelas que cabem no bolso do consumidor; "O consórcio tem sido uma ótima opção para quem quer adquirir imóveis nesses tempos de crédito mais restrito", afirma o diretor de Consórcios da Caixa Seguradora, Laudimiro Filho (Foto: Aquiles Lins)

247 - O brasileiro tem procurado mais o consórcio como alternativa para adquirir a casa própria. Na Caixa Seguradora, as vendas de consórcio imobiliário cresceram 50% no primeiro semestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado.

Entre os fatores que influenciaram nesse crescimento, tem o fato de o consórcio não cobrar juros, oferecendo, assim, parcelas que cabem no bolso do consumidor.

"O consórcio tem sido uma ótima opção para quem quer adquirir imóveis nesses tempos de crédito mais restrito", afirma o diretor de Consórcios da Caixa Seguradora, Laudimiro Filho. Para ele, o resultado reflete a maior conscientização dos brasileiros em relação ao planejamento financeiro e à diversificação de investimentos, mesmo em tempos de crise.

Com o consórcio de imóveis da Caixa Seguradora, o cliente tem até 200 meses para pagar parcelas mensais de a partir de R$ 659.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247