Vereador propõe 'operação chuva permanente'

Diante da chuva forte que castigou Salvador de segunda-feira (4) a quarta (6), o vereador Leandro Guerrilha cobra da Prefeitura de Salvador a "instalação imediata" de um sistema de alerta comunitário e decreto da 'Operação Chuva' de forma permanente; "Já está mais do que comprovada a necessidade de o Executivo Municipal acatar essas medidas. Estamos em pleno verão e ninguém, muito menos a Defesa Civil, imaginava que cairia uma chuva dessa na cidade, causando tantos transtornos, ameaçando a vida de milhares de pessoas"

Diante da chuva forte que castigou Salvador de segunda-feira (4) a quarta (6), o vereador Leandro Guerrilha cobra da Prefeitura de Salvador a "instalação imediata" de um sistema de alerta comunitário e decreto da 'Operação Chuva' de forma permanente; "Já está mais do que comprovada a necessidade de o Executivo Municipal acatar essas medidas. Estamos em pleno verão e ninguém, muito menos a Defesa Civil, imaginava que cairia uma chuva dessa na cidade, causando tantos transtornos, ameaçando a vida de milhares de pessoas"
Diante da chuva forte que castigou Salvador de segunda-feira (4) a quarta (6), o vereador Leandro Guerrilha cobra da Prefeitura de Salvador a "instalação imediata" de um sistema de alerta comunitário e decreto da 'Operação Chuva' de forma permanente; "Já está mais do que comprovada a necessidade de o Executivo Municipal acatar essas medidas. Estamos em pleno verão e ninguém, muito menos a Defesa Civil, imaginava que cairia uma chuva dessa na cidade, causando tantos transtornos, ameaçando a vida de milhares de pessoas" (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Diante da chuva forte que castigou Salvador de segunda-feira (4) a quarta (6), o vereador Leandro Guerrilha (PDT) cobra da Prefeitura de Salvador a "instalação imediata" de um sistema de alerta comunitário e decreto da 'Operação Chuva' de forma permanente.

"Já está mais do que comprovada a necessidade de o Executivo Municipal acatar essas medidas. Estamos em pleno verão e ninguém, muito menos a Defesa Civil, imaginava que cairia uma chuva dessa na cidade, causando tantos transtornos, ameaçando a vida de milhares de pessoas".

Guerrilha lembra que em setembro a prefeitura prometeu "uma nova releitura da Defesa Civil (Codesal)", que começaria pela contratação de um sistema de alerta comunitário sobre chuvas fortes na cidade, bem como se pensar a operação de forma permanente.

"E tudo não passou de promessa. Mas estou certo da sensibilidade do prefeito ACM Neto de que acatará essas ações o quanto antes, afinal, a chuva não avisa quando vem e conter o estrago é muito mais difícil e, sem dúvida, as medidas preventivas podem evitar as consequentes tragédias".

De acordo com o último balanço da Codesal, de segunda a quarta-feira foram registradas 65 solicitações de emergência: cinco alagamentos de área, oito alagamentos de imóvel, sete ameaças de desabamento de imóvel, 18 ameaças de deslizamentos de terra, oito ameaças de queda de árvore, duas árvores caídas, 12 deslizamentos de terra, um destelhamento, três infiltrações e uma orientação técnica.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247