Vergílio é peça importante para a sucessão de 2014

Deputado federal transita bem em todos os grupos políticos em Goiás, com credibilidade tanto na base aliada ao governador Perillo (PSDB) quanto na oposição; por conta desse bom relacionamento sua posição no intrincado tabuleiro da sucessão continua uma incógnita - e assim deve continuar pelo menos até março; à frente do Solidariedade, atualmente Vergílio concentra esforços para viabilizar a sua própria candidatura a governador

Deputado federal transita bem em todos os grupos políticos em Goiás, com credibilidade tanto na base aliada ao governador Perillo (PSDB) quanto na oposição; por conta desse bom relacionamento sua posição no intrincado tabuleiro da sucessão continua uma incógnita - e assim deve continuar pelo menos até março; à frente do Solidariedade, atualmente Vergílio concentra esforços para viabilizar a sua própria candidatura a governador
Deputado federal transita bem em todos os grupos políticos em Goiás, com credibilidade tanto na base aliada ao governador Perillo (PSDB) quanto na oposição; por conta desse bom relacionamento sua posição no intrincado tabuleiro da sucessão continua uma incógnita - e assim deve continuar pelo menos até março; à frente do Solidariedade, atualmente Vergílio concentra esforços para viabilizar a sua própria candidatura a governador (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Goiás247- O cenário para disputa ao governo de Goiás em 2014 continua incerto, mas sobre ele há uma certeza: o deputado federal Armando Vergílio (Solidariedade) será peça importante para definir o resultado final.

Armando está no exercício do seu primeiro mandato, mas isso não quer dizer que seja um neófito em assuntos de política. Apesar de jovem, o deputado preside há anos a federação que representa os corretores de seguros de todo Brasil (Fenacor), além de já ter comandado a entidade máxima de regulação do poderoso setor de seguros, a Susep, a convite do ex-presidente Lula.

Armando transita bem em todos os grupos políticos. É respeitado e goza de credibilidade tanto na base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB) quanto na oposição, e é por conta desse bom relacionamento que a posição dele no intrincado tabuleiro da sucessão continua uma incógnita - e assim deve continuar pelo menos até março.

O deputado reúne predicados que encantam os aspirantes ao Palácio das Esmeraldas. Além de habilidade para costurar alianças, ele cultiva diálogo estreito com o setor produtivo, o que faz dele um aliado decisivo para arregimentar estrutura de campanha.

Acontece que, em comum acordo com o seu grupo de apoiadores, Armando decidiu que é hora de concentrar esforços para viabilizar a sua própria candidatura a governador, com um discurso moderno e práticas que sinalizem, aos goianos, que ele tem capacidade de ajudar o Estado a dar um novo passo.

A primeira etapa do seu planejamento de campanha já foi concluída: a construção de um novo partido - que nasceu robusto. Quase dois meses depois de homologado pela Justiça, o Solidariedade já conta (em Goiás) com dois deputados estaduais, um deputado federal, dois vice-prefeitos, mais de cem vereadores e dois preciosos minutos no horário eleitoral obrigatório de rádio e TV.

A próxima missão é reunir um grupo político forte em torno de seu projeto. As tratativas têm acontecido com a discrição de sempre, mas, apesar disso, quem circula nos bastidores sabe que ele está cada vez mais próximo de figuras como o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM) e do empresário Vanderlan Cardoso (PSB).

Armando Vergílio conseguirá construir uma postulação competitiva para governador em 2014, que faça frente a nomes consagrados como Marconi Perillo, Iris Rezende ou ao empresário Júnior Friboi? Ele acredita que sim e trabalha para isso. Mas, se não for possível, pelo menos uma cadeira na mesa central de decisões políticas de Goiás ele já conseguiu. Não é conveniente subestimá-lo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247