Vilela anuncia que não será candidato em AL

Governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB) afirmou que vai cumprir o mandato até o fim e que não pretende disputar as eleições deste ano. O tucano reuniu a imprensa para um café da manhã nesta segunda-feira (6), quando apresentou um balanço da gestão e informou quais seriam os planos do Executivo para 2014

Governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB) afirmou que vai cumprir o mandato até o fim e que não pretende disputar as eleições deste ano. O tucano reuniu a imprensa para um café da manhã nesta segunda-feira (6), quando apresentou um balanço da gestão e informou quais seriam os planos do Executivo para 2014
Governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB) afirmou que vai cumprir o mandato até o fim e que não pretende disputar as eleições deste ano. O tucano reuniu a imprensa para um café da manhã nesta segunda-feira (6), quando apresentou um balanço da gestão e informou quais seriam os planos do Executivo para 2014 (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Vilela justificou que não vai participar do pleito porque não estaria satisfeito com os resultados apresentados na Educação, Saúde e Segurança Pública. Ele informou que tinha o propósito de trabalhar, neste último ano do governo, para tentar contornar os índices negativos nessas três áreas específicas.

"Quero ampliar as energias e esforços para melhorar, o quanto puder, os resultados nessas áreas tão críticas", prometeu. "Há uma mudança acontecendo. O estado está passando por uma revolução importante, ganhou credibilidade e, por isso, vou ficar até o último dia, para entregar os trabalhos que estão em andamento", emendou.

Mesmo não colocando o seu nome para a disputa eleitoral, o governador salientou que vai discutir, junto ao partido e às legendas que comporão, futuramente, a base aliada, quais seriam os nomes mais viáveis para os cargos. "Vou construir as candidaturas com os aliados políticos", reforçou Vilela.

Perguntado se o sucessor herdará alguma divida, Vilela disse que há pendências com empréstimos com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com o Banco Mundial e com o BNDES. Mesmo assim, ele garantiu que estará pagando, até o fim de 2014, vai R$ 5 bilhões do saldo devedor. Ele revelou que há dívidas que já existiam com a União, mas que são com juros menores.

Repasse para ALE

Acerca do repasse de R$ 12 milhões para a Assembleia Legislativa Estadual (ALE), governador explicou que não fez a consulta ao Ministério Público Estadual (MPE), mas averiguou o que preconiza a lei. O Executivo, segundo explicação de Vilela, está apto a repassar até 1/12 avos para o Poder Legislativo quando o orçamento não é votado até o início do ano subsequente. O dinheiro prometido pelo Estado vai servir para o pagamento dos servidores da ALE.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo de Alagoas, Luciano Vieira, informou que a categoria espera um repasse maior, já que o montante a ser repassado não daria para cobrir a folha de pagamento atrasada da Assembleia. Segundo o líder, a Mesa Diretora deixou de pagar 1/3 das férias, o salário de dezembro e o 13º salário. O valor do repasse só daria para pagamento de um salário.

Ainda conforme Veira, o presidente da Mesa Diretora, Fernando Toledo, marcou uma reunião com os servidores da Casa de Tavares Bastos para a tarde desta segunda-feira. Antes, ele teria um encontro com o governador, onde negociaria um repasse ainda maior.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247