Visita de Dilma ao Ceará é cancelada

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) cancelou a visita que faria a Fortaleza na próxima quinta-feira (30). De acordo com o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, a suspensão foi motivada pelas dificuldades financeiras do PT para fretar aviões. A segurança da presidenta não autoriza o uso de vôos comerciais. A viagem à capital cearense ainda está nos planos, mas a nova data ainda não foi definida. Ontem, a justiça federal no Rio Grande do Sul, autorizou a presidente a usar aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) fora do trajeto entre Porto Alegre e Brasília, no entanto, determinou que a presidente afastada faça o ressarcimento dos gastos com as viagens

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) cancelou a visita que faria a Fortaleza na próxima quinta-feira (30). De acordo com o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, a suspensão foi motivada pelas dificuldades financeiras do PT para fretar aviões. A segurança da presidenta não autoriza o uso de vôos comerciais. A viagem à capital cearense ainda está nos planos, mas a nova data ainda não foi definida. Ontem, a justiça federal no Rio Grande do Sul, autorizou a presidente a usar aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) fora do trajeto entre Porto Alegre e Brasília, no entanto, determinou que a presidente afastada faça o ressarcimento dos gastos com as viagens
A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) cancelou a visita que faria a Fortaleza na próxima quinta-feira (30). De acordo com o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, a suspensão foi motivada pelas dificuldades financeiras do PT para fretar aviões. A segurança da presidenta não autoriza o uso de vôos comerciais. A viagem à capital cearense ainda está nos planos, mas a nova data ainda não foi definida. Ontem, a justiça federal no Rio Grande do Sul, autorizou a presidente a usar aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) fora do trajeto entre Porto Alegre e Brasília, no entanto, determinou que a presidente afastada faça o ressarcimento dos gastos com as viagens (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 -A visita de Dilma Rousseff ao Ceará, que ocorreria na próxima quinta-feira (30), foi cancelada devido a problemas logísticos, de acordo com o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz. De acordo com ele, o cancelamento foi motivado pelas dificuldades financeiras para fretar aviões. A segurança da presidenta não autoriza o uso de vôos comerciais. As últimas viagens de Dilma e sua equipe de apoio haviam sido pagas pelo Partido dos Trabalhadores que esgotou sua capacidade de bancar essas despesas. 

As visitas a Fortaleza e Belém ainda estão nos planos da petista, mas as novas datas ainda não foram definidas. O governo interino de Michel Temer (PMDB) restringiu as viagens de Dilma em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB). Mas, também, nesta quinta-feira, a justiça federal no Rio Grande do Sul, autorizou a presidente a usar aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) fora do trajeto entre Porto Alegre e Brasília.  A justiça reafirmou o direito de deslocamento considerando a necessidade de segurança pessoal, o que impossibilitaria o uso de aviões comerciais. No entanto, determinou que a presidente afastada faça o ressarcimento dos gastos com as viagens, conforme artigo 76 da Lei n° 9.504/97.

A ação pedia ainda que não haja restrições do uso das residências oficiais, e que não ocorresse alteração da nomenclatura do nome do gabinete pessoal da presidente da República. Além disso, pedia que não ocorresse redução de sua equipe. O Palácio do Planalto informou que o governo vai, inicialmente, acatar a decisão da Justiça, mas ainda não conhece o inteiro teor. Segundo a assessoria, só depois de ter acesso à decisão completo que o governo analisará se cabe algum recurso.

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247