Votação: movimentos organizam mobilizações

Os movimentos pró e contra o governo Dilma Rousseff (PT) estão definido como vão para acompanhar no próximo domingo (17), em Maceió, a votação na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre o pedido de impeachment; o Movimento Brasil, que defende a saída de Dilma vai se reunir no clube Alagoinhas, onde já existe um acampamento montado pelos manifestantes; já a Frente Brasil Popular, que tem uma agenda vasta de mobilizações ao logo desta semana, ficará no espaço Multieventos, na Pajuçara, a partir das 10h

Os movimentos pró e contra o governo Dilma Rousseff (PT) estão definido como vão para acompanhar no próximo domingo (17), em Maceió, a votação na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre o pedido de impeachment; o Movimento Brasil, que defende a saída de Dilma vai se reunir no clube Alagoinhas, onde já existe um acampamento montado pelos manifestantes; já a Frente Brasil Popular, que tem uma agenda vasta de mobilizações ao logo desta semana, ficará no espaço Multieventos, na Pajuçara, a partir das 10h
Os movimentos pró e contra o governo Dilma Rousseff (PT) estão definido como vão para acompanhar no próximo domingo (17), em Maceió, a votação na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre o pedido de impeachment; o Movimento Brasil, que defende a saída de Dilma vai se reunir no clube Alagoinhas, onde já existe um acampamento montado pelos manifestantes; já a Frente Brasil Popular, que tem uma agenda vasta de mobilizações ao logo desta semana, ficará no espaço Multieventos, na Pajuçara, a partir das 10h (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O próximo domingo (17) será agitado no cenário político nacional, pois deverá chegar ao fim a votação, por parte dos deputados federais, sobre a proposta de abertura de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Em Alagoas, movimentos pró e contra o atual governo organizam mobilizações para acompanhar os desdobramentos da votação, que acontecerá em Brasília.
O Movimento Brasil, que defende a saída de Dilma da Presidência da República, pretende se reunir no Alagoinhas. No local já existe um acampamento montado pelos manifestantes. No domingo, será instalado um telão onde os participantes do ato assistirão à movimentação na Câmara dos Deputados, na capital federal. O representante do movimento, Alessandro Gusmão, informou que artistas devem se apresentar em um trio elétrico a partir das 13h.
"Nossa expectativa é de reunir um bom público. Estamos realizando a convocação através das redes sociais e contamos com a presença de muitas pessoas. Pelas nossas contas, certamente, o processo de impeachment deverá ser aberto", comentou Gusmão.
Já a Frente Brasil Popular, que reúne diversas entidades sociais, como MST e CUT, e defende a permanência de Dilma no governo, tem uma agenda vasta de mobilizações ao logo desta semana. Na noite desta terça, o movimento estará com o Comitê dos Artistas contra o Golpe. Nesta quarta-feira (13), a partir das 19h, o movimento dará uma aula sobre o que é impeachment, na sede do Sindicato dos Bancários. Nos dias 14, 15 e 16, as manifestações acontecem no interior do estado, com reunião no campus da Ufal em Arapiraca e ato no centro da cidade.
No domingo (17), a Frente Brasil Popular se reunirá no espaço Multieventos, localizado na Pajuçara, a partir das 10h, onde ficará em vigília acompanhando a votação do impedimento de Dilma Rousseff.

"Estaremos lutando a favor da democracia e contra o golpe", afirma Rilda Maria Alves, presidente da Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT/AL). Por lá, devem passar diversos artistas alagoanos que realizarão apresentações artísticas ao longo da mobilização.
Com gazetaweb.com

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247