Bill Gates: é impossível retomar a economia e “ignorar a pilha de corpos”

Em participação no programa TED Connects, o bilionário criticou a tese de políticos que defendem o fim do confinamento e da paralisação da economia, mesmo diante dos riscos do coronavírus

Valor de mercado da Microsoft atinge US$ 500 bi pela 1ª vez desde 2000
Valor de mercado da Microsoft atinge US$ 500 bi pela 1ª vez desde 2000 (Foto: STAN HONDA)

Por Moacir Drska, no Neofeed – Em 2015, durante uma apresentação no TED, Bill Gates alertou para o fato de que o mundo não estava preparado para lidar com uma grande pandemia.

Cinco anos depois, o bilionário americano recorreu novamente à platataforma para tecer duras críticas ao modo como alguns líderes globais, em especial, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estão conduzindo a reação à pandemia do coronavírus.

“É muito difícil dizer às pessoas: ‘Ei, vá a restaurantes, compre casas novas, ignore a pilha de corpos ali no canto, queremos que você siga gastando porque talvez haja algum político que pensa que o crescimento do PIB é o que importa”, afirmou Gates, durante o TED Connects, evento online no qual respondeu a perguntas sobre o coronavírus.

Gates não mencionou nomes. Mas suas palavras foram uma clara referência a Trump, que vem defendendo a volta das atividades econômicas, mesmo diante do avanço da pandemia. Ontem, o presidente americano afirmou que planeja pôr fim às medidas de confinamento no País até a Páscoa, para amenizar os impactos na economia.

Leia a íntegra no Neofeed

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247