PF conclui que traficante 'Colômbia' foi mandante do assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips

Ruben Dario da Silva Villar, conhecido como Colômbia, é suspeito de liderar uma organização criminosa de pesca ilegal na região da Terra Indígena Vale do Javari (AM)

www.brasil247.com - Policiais e membros da equipe de resgate durante operações de busca pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista Bruno Pereira em Atalaia do Norte, no Amazonas
12/06/2022 REUTERS/Bruno Kelly
Policiais e membros da equipe de resgate durante operações de busca pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista Bruno Pereira em Atalaia do Norte, no Amazonas 12/06/2022 REUTERS/Bruno Kelly (Foto: REUTERS/Bruno Kelly | Reprodução/TV Globo | Reprodução/Twitter)


247 - A Polícia Federal (PF) no Amazonas afirmou na tarde desta segunda-feira (23) que Ruben Dario da Silva Villar, conhecido como Colômbia, foi o mandante dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, em 5 de junho de 2022. 

De acordo com informações publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo, o ex-superintendente da PF Eduardo Fontes, que esteve no cargo durante a maior parte das investigações, disse que as apurações estão  90% concluídas e há "indícios veementes" sobre o fato de Colômbia ser o mandante do crime. 

>>> Na reta final do governo Bolsonaro, Heleno autorizou condenada por tráfico a garimpar em área vizinha aos yanomamis

Villar é suspeito de liderar uma organização criminosa de pesca ilegal na região da Terra Indígena Vale do Javari, Oeste do Amazonas, na fronteira do Brasil com Peru e Colômbia.

Segundo o Ministério Público Federal, os responsáveis por cometer o homicídio foram Amarildo Oliveira, o Pelado; seu irmão Oseney de Oliveira, o Dos Santos; e Jefferson da Silva Lima, o Pelado da Dinha.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247