A grande mídia criminaliza a política, critica Chico Lopes

Durante encontro com universitários de sete estados nesta terça-feira, 19, o presidente da Comissão de Legislação Participativa (CLP), Chico Lopes (PCdoB-CE), afirmou que a juventude é "massacrada pela deseducação e criminalização política feita pela grande mídia"; "Temos que ter clareza que política é uma questão de classe, e cada deputado expressa interesses de classe no seu mandato. Por isso, participem da política e ingressem no partido político com o qual se identificarem para atuarmos pelo Brasil", disse Lopes 

chico lopes
chico lopes (Foto: Aquiles Lins)

Portal Vermelho - Durante encontro com universitários de Alagoas, Espírito Santo, Paraíba, Rondônia, Paraíba, Paraná e Rondônia, na manhã de terça-feira, 19, o presidente da Comissão de Legislação Participativa (CLP), Chico Lopes (PCdoB-CE), afirmou que "a juventude é massacrada pela deseducação e criminalização política feita pela grande mídia, mas não há salvação para o Brasil fora da política e é fundamental a participação de vocês nos partidos de sua preferência".

Conversando com os participantes do Programa de Estágio-Visita de Curta Duração, o parlamentar cearense afirmou que seu partido é pequeno na Câmara dos Deputados, "mas coube-me presidir uma das principais comissões da Casa, que fala para fora e recebe sugestões de seminários, audiências públicas e até de projetos de lei elaborados pela sociedade civil".

Questionado sobre as dificuldades de exercício do mandato, devido à sua origem humilde e suas convicções comunistas, Chico afirmou que, no momento, a maior dificuldade é barrar a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 "e outras iniciativas do presidente golpista, Temer, que suprime direitos da população e escancara o país para a exploração internacional".

A PEC 241 objetiva frear os gastos públicos por até 20 anos, a pretexto de ter controle fiscal. Se entrar em vigor em 2017, o Orçamento disponível para gastos será o mesmo de 2016, acrescido da inflação daquele ano. A medida irá valer para os três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário. Na opinião do deputado, "com ela, voltaremos ao Brasil colônia e acabaremos com a Constituição cidadã".

Lopes manifestou a opinião de que os estudantes "sairão desta visita com outra visão do Congresso. Temos que ter clareza que política é uma questão de classe, e cada deputado expressa interesses de classe no seu mandato. Por isso, participem da política e ingressem no partido político com o qual se identificarem para atuarmos pelo Brasil".

Visita de Curta Duração

O Programa de Estágio-Visita de Curta Duração é uma ação institucional que permite a interação da Câmara dos Deputados com a juventude universitária. É também uma oportunidade aproximar o parlamento da sociedade, mitigando os mitos construídos em torno da atuação parlamentar, muitas vezes decorrentes do desconhecimento acerca dos trabalhos desenvolvidos pelo Congresso Nacional.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247