Após Olavo ameaçar Bolsonaro, Silas Malafaia rebate: "Você é um astrólogo falido"

Pastor e líder da igreja Assembléia de Deus se revoltou com ameaças de Olavo de Carvalho contra o governo Jair Bolsonaro e disparou ataques nas redes sociais

Olavo de Carvalho e Silas Malafaia: pesos-pesados do bolsonarismo em guerra
Olavo de Carvalho e Silas Malafaia: pesos-pesados do bolsonarismo em guerra
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pastor e líder da igreja Assembleia de Deus, Silas Malafaia usou suas redes sociais para atacar o escritor Olavo de Carvalho na noite deste domingo (7). A revolta aconteceu após Olavo criticar Jair Bolsonaro e ameaçar o governo federal.

"UM DESAFIO A OLAVO DE CARVALHO ! Você é um astrólogo falido . Quem é você para derrubar um governo ? Você não derruba nem síndico de predio . Escondido na América , quer que Bolsonaro de defenda do que? COVARDE ! Fica de longe falando asneira e fazendo acusação idiota", escreveu Silas Malafaia, forte aliado de Jair Bolsonaro.

Confira o tweet: 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247