Bolsonaro usa greves e motins das PMs para enfraquecer governadores

Artigo assinado por Sérgio de Lima, presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e Arthur Trindade Maranhão Costa, professor da UnB e membro do Conselho de Administração desse fórum, destaca que Bolsonaro usa demandas dos policiais para enfraquecer governadores, em especial os de oposição

(Foto: PR | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "O atentado sofrido na última quarta-feira (19) pelo senador Cid Gomes (PDT), em Sobral, no Ceará, trouxe à tona mais uma vez o debate sobre a incapacidade de os governadores controlarem suas polícias e sobre a influência do projeto populista de poder do presidente Jair Bolsonaro junto aos policiais brasileiros", escrevem os autores. 

"Cid Gomes sofreu duas perfurações por arma de fogo quando, em seu estilo pouco afeito a contemporizações, pilotava uma retroescavadeira na tentativa de furar o bloqueio de supostos policiais encapuzados diante de um batalhão da PM em Sobral. Horas antes, os encapuzados já haviam circulado pela cidade a bordo de carros da polícia exigindo que o comércio fechasse suas portas. A segurança da população ficou refém da política e virou palco de uma disputa envolvendo policiais militares. Mas o Ceará não está sozinho".

Leia a íntegra na piauí

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247