Bonner abre JN com discurso impactante sobre coronavírus: "8 mil vidas acabaram"

Apresentador do Jornal Nacional destacou a “diluição” do baque no número de mortes provocadas pela Covid-19. "Quando é assim, o baque só acontece quando quem morre é um parente, um amigo, um vizinho, ou uma pessoa famosa”, disse William Bonner (vídeo)

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O apresentador William Bonner, editor-chefe do Jornal Nacional, da TV Globo, abriu a edição desta quarta-feira (6) propondo uma reflexão aos telespectadores sobre os impactos do coronavírus no Brasil.

Bonner destacou a “diluição” do baque no número de mortes provocadas pela Covid-19, que já somam 8,5 mil vítimas fatais. O âncora lembrou as tragédias de Brumadinho e das Torres Gêmeas, nos EUA, que tiveram menos óbitos mas causaram mais comoção.

“8 mil vidas acabaram”, disse. “As mortes vão se acumulando todo dia. Hoje são 8.500, amanhã a gente não sabe. Quando é assim, o baque só acontece quando quem morre é um parente, um amigo, um vizinho, ou uma pessoa famosa”, declarou Bonner.

Continue lendo na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247