Brasil vive um plano detalhado de destruição, diz Jamil Chade

Para Jamil Chade, no Uol, a administração de Jair Bolsonaro “entrará para a história como a mais perversa da era democrática do país”

(Foto: Divulgação | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O jornalista Jamil Chade, do Uol, afirmou que “o Brasil vive um detalhado plano de destruição”. “Ainda nos primeiros meses de seu governo, Jair Bolsonaro se levantou em um jantar oferecido em Washington e fez um discurso de improviso. Mas apenas a fala era intempestiva. O plano havia sido cuidadosamente planejado. O presidente, numa explosão de sinceridade, avisaria aos presentes: vamos ter de destruir o que existe”, destacou.

O colunista disse que o plano foi comprido “em praticamente todas as áreas da administração pública”.

“O desmonte ocorreu na Funai, no Ibama, nos conselhos sociais, nos canais de participação da sociedade, nos programas de combate à fome, na diplomacia, na educação, na economia, na cultura, na ciência, pesquisas e tantos outros setores”, disse.

PUBLICIDADE

Segundo Chade, “não foi incompetência”, mas “um plano, com metodologia, estratégia e objetivos” e “quem pagou caro foi a sociedade”.

“Em quase três anos, a ‘eficiência’ na destruição fez a fome voltar, a pobreza explodir, os ganhos sociais serem desfeitos e a economia desabar. A mentira matou e a credibilidade do país no exterior foi sepultada. Mas os ricos ficaram mais ricos”, argumentou.

PUBLICIDADE

De acordo com ele, a administração de Jair Bolsonaro “entrará para a história como a mais perversa da era democrática do país”. “Chegou o momento de o óbvio ser dito com todas as palavras: o projeto de destruição prometido ocorre a olhos nus, com um êxito espantoso. O resultado: uma sociedade desgovernada e exausta”.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email