Carta Capital acerta na capa: Meirelles é um desastre

Em situações normais, Henrique Meirelles já teria sido demitido; produziu a maior depressão econômica da história do Brasil, com desemprego recorde, caos nas contas públicas e risco de paralisia de serviços essenciais do Estado; ainda assim, ele é tratado como presidenciável, porque o Brasil foi sequestrado pelo setor financeiro, com o golpe de 2016

Em situações normais, Henrique Meirelles já teria sido demitido; produziu a maior depressão econômica da história do Brasil, com desemprego recorde, caos nas contas públicas e risco de paralisia de serviços essenciais do Estado; ainda assim, ele é tratado como presidenciável, porque o Brasil foi sequestrado pelo setor financeiro, com o golpe de 2016
Em situações normais, Henrique Meirelles já teria sido demitido; produziu a maior depressão econômica da história do Brasil, com desemprego recorde, caos nas contas públicas e risco de paralisia de serviços essenciais do Estado; ainda assim, ele é tratado como presidenciável, porque o Brasil foi sequestrado pelo setor financeiro, com o golpe de 2016 (Foto: Leonardo Attuch)

247 – O Brasil vem levando uma goleada de 7 a 1, mas a narrativa econômica trata o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como um sucesso.

Em situações normais, ele já teria sido demitido.

Produziu a maior depressão econômica da história do Brasil, com desemprego recorde, caos nas contas públicas e risco de paralisia de serviços essenciais do Estado.

Ainda assim, ele é tratado como presidenciável, porque o Brasil foi sequestrado pelo setor financeiro, com o golpe de 2016.

Esse é o tema da capa de Carta Capital desta semana.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247