CNN foi a primeira a anunciar vitória de Biden; Fox, AP e jornais correram atrás

Veja como foi a sucessão de anúncios da vitória de Biden pela mídia dos EUA

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Nelson de Sá, que há anos acompanha a mídia internacional e especialmente a dos EUA, registrou como foi a sucessão de anúncios da vitória de Joe Biden, na tarde deste sábado (7):

A CNN foi a primeira televisão a anunciar a vitória do candidato democrata nos EUA, com a entrada do âncora Wolf Blitzer:

"Depois de quatro longos e tensos dias, chegamos a um momento histórico nesta eleição. Podemos agora projetar o vencedor da corrida presidencial."

Blitzer pausa para entrar a imagem acima e anuncia:

"A CNN projeta que Joseph R. Biden Jr. foi eleito o 46º presidente dos Estados Unidos, ganhando a Casa Branca e negando ao presidente Trump um segundo mandato. Somos capazes de fazer essa projeção porque a CNN projeta que Biden venceu na Pensilvânia. O ex-vice-presidente, em sua terceira tentativa pelo posto mais elevado, consegue uma rara derrota de um comandante-em-chefe no cargo. Com essa vitória, Kamala Harris deve se tornar a primeira mulher e a primeira pessoa negra a ser vice-presidente."

Por fim, encerra o âncora:

"Mais uma vez, a CNN projeta que Joe Biden se tornará o 46º presidente dos Estados Unidos. E ele agora é o presidente eleito Joe Biden."

A expressão "presidente eleito" vinha sendo cobrada, pela CNN, de sua concorrente Fox News —que entrou pouco depois, junto com a Associated Press, projetando a vitória e chamando Biden de "presidente eleito".

Entre os principais jornais, o primeiro a confirmar a projeção foi o New York Times, com a manchete "Biden bate Trump" e, logo abaixo, "Harris é a primeira mulher eleita vice-presidente".Em seguida entrou o Washington Post, com "Biden derrota Trump", e o Wall Street Journal, com "Joe Biden é eleito presidente, diz AP".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247