David Fleischer lança Meirelles para a Presidência

O professor de Ciência Política da UNB considera que a solução para tirar o Brasil da crise é a saída de Temer e a escolha, como novo presidente, de alguém que o mercado saiba que vai continuar as reformas, como Henrique Meirelles, ministro da Fazenda; "Meirelles é “ficha limpa”, não tem contra ele acusações de corrupção e mantém excelentes relações com o setor privado. Ele tem demonstrado habilidade nas suas relações com os deputados e senadores da base de apoio nos seus esforços para aprovar as medidas de austeridade e nas negociações para aprovar as reformas"

Brasília - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles reúne-se com a bancada do partido Democratas (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles reúne-se com a bancada do partido Democratas (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - David Fleischer, professor de Ciência Política da UNB, considera que a solução para tirar o Brasil da crise é a saída de Temer e a escolha, como novo presidente, de alguém que o mercado saiba que vai continuar as reformas, como Henrique Meirelles, ministro da Fazenda.

"Como sair desta crise? É evidente que a continuação do governo Temer é insustentável. Se ele renunciar ou for removido pelo TSE no início de junho, a Constituição determina que o presidente da Câmara dos Deputados assuma o governo interinamente por 30 dias e que o presidente do Senado convoque o Congresso para selecionar novos presidente e vice-presidente para terminar o mandato de Michel Temer até 1.º de janeiro de 2019.

(...)


A “saída” seria eleger um presidente que dê continuidade ao programa econômico de austeridade e reformas, e consiga a aprovação destas no Congresso – para restaurar a confiança dos investidores nacionais e internacionais no Brasil.

No meu modo de ver, esta pessoa poderia ser o atual ministro da Fazenda – Henrique Meirelles – com apoio da base de apoio do governo Temer no Congresso.

Meirelles é “ficha limpa”, não tem contra ele acusações de corrupção e mantém excelentes relações com o setor privado. Ele tem demonstrado habilidade nas suas relações com os deputados e senadores da base de apoio nos seus esforços para aprovar as medidas de austeridade e nas negociações para aprovar as reformas."

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247