DCM: ou o Brasil para Moro, ou Moro destrói a democracia

“Juiz Sérgio Moro arriscou tudo neste grampo urdido em conluio com a Globo. Os adversários podem fazer tudo, exceto se intimidar com seu blefe. Moro e seu golpismo só serão derrotados com uma reação enérgica dos que não querem ver o Brasil retroceder aos horrores de 1954 e 1964”, disse Paulo Nogueira, do DCM

“Juiz Sérgio Moro arriscou tudo neste grampo urdido em conluio com a Globo. Os adversários podem fazer tudo, exceto se intimidar com seu blefe. Moro e seu golpismo só serão derrotados com uma reação enérgica dos que não querem ver o Brasil retroceder aos horrores de 1954 e 1964”, disse Paulo Nogueira, do DCM
“Juiz Sérgio Moro arriscou tudo neste grampo urdido em conluio com a Globo. Os adversários podem fazer tudo, exceto se intimidar com seu blefe. Moro e seu golpismo só serão derrotados com uma reação enérgica dos que não querem ver o Brasil retroceder aos horrores de 1954 e 1964”, disse Paulo Nogueira, do DCM (Foto: Roberta Namour)

247 - Ou a democracia acaba com o juiz Sérgio Moro ou Moro acaba com a democracia. É o que diz o colunista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo.

Segundo ele, ao grampear Dilma e Lula ele ultrapassou todos os limites da decência que pudessem existir. Ao passar os grampos para a Globo, avançou ainda mais na vergonha, diz.

“Moro arriscou tudo neste grampo urdido em conluio com a Globo. Os adversários podem fazer tudo, exceto se intimidar com seu blefe. Moro e seu golpismo só serão derrotados com uma reação enérgica dos que não querem ver o Brasil retroceder aos horrores de 1954 e 1964”, conclui (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247