DCM: “Romário perdeu a máscara de político sério”

Jornalista Paulo Nogueira publica uma Carta aberta ao senador Romário (PSB-RJ) em que desnuda a chantagem do ex-jogador para conseguir um cargo no governo Michel Temer: “O senhor deu um drible na democracia e na integridade ao sugerir que poderia dizer não, em vez de sim, na sessão decisiva sobre o impeachment de Dilma”; para Nogueira, Romário simboliza uma política putrefata e será lembrado pela posteridade como um político desprezível

Jornalista Paulo Nogueira publica uma Carta aberta ao senador Romário (PSB-RJ) em que desnuda a chantagem do ex-jogador para conseguir um cargo no governo Michel Temer: “O senhor deu um drible na democracia e na integridade ao sugerir que poderia dizer não, em vez de sim, na sessão decisiva sobre o impeachment de Dilma”; para Nogueira, Romário simboliza uma política putrefata e será lembrado pela posteridade como um político desprezível
Jornalista Paulo Nogueira publica uma Carta aberta ao senador Romário (PSB-RJ) em que desnuda a chantagem do ex-jogador para conseguir um cargo no governo Michel Temer: “O senhor deu um drible na democracia e na integridade ao sugerir que poderia dizer não, em vez de sim, na sessão decisiva sobre o impeachment de Dilma”; para Nogueira, Romário simboliza uma política putrefata e será lembrado pela posteridade como um político desprezível (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - O jornalista Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo (DCM), publica uma Carta aberta ao senador Romário (PSB-RJ) em que desnuda a chantagem do Baixinho para conseguir um cargo no governo Michel Temer. “O senhor deu um drible na democracia e na integridade ao sugerir que poderia dizer não, em vez de sim, na sessão decisiva sobre o impeachment de Dilma”, escreve o missivista.

Para Nogueira, a estratégia de Romário é semelhante ao do senador mineiro Zezé Perella, que após a votação do impeachment mandou petardo contra Temer indicando que ele estava na mão do Senado. “Mais do que uma contagem matemática, ele deu um recado. Ou fez uma chantagem. Poucos dias depois, o filho de Perrella recebeu um cargo na CBF. Perrellinha estava, ou está, tão envolvido no escândalo do helicoca quanto seu pai. Nominalmente, era o dono do helicóptero.”

Para Nogueira, Romário simboliza uma política putrefata e será lembrado pela posteridade como um político desprezível. E provoca: “Antes de me despedir, lembro que ainda esperamos os devidos esclarecimentos sobre aquela conta milionária na Suíça que você disse que não era sua: ficou malcontada a história.”

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247