Depois de demitir Mandetta, Bolsonaro elogia Gusttavo Lima

Após a novela interminável e confusa no processo de demissão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, Jair Bolsonaro saiu em defesa do cantor sertanejo Gusttavo Lima, acusado de beber demais em suas lives. Ele disse que Lima e outros sertanejos "têm sido grandes heróis nessa luta contra a COVID19

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro, que não disse uma palavra sobre a morte de Moraes Moreira ou Rubem Fonseca, saiu em defesa dos cantores sertanejos que começaram a fazer lives depois da pandemia. Ele disse: "minha solidariedade ao cantor @gusttavo_lima, que vem sendo injusta e covardemente atacado após a grande live que fez dentro de sua própria casa"

Bolsonaro ainda acrescentou: "ele e outros artistas sertanejos e de demais gêneros, têm sido grandes heróis nessa luta contra a COVID19 e merecem aplausos!

Veja o Twitter de Jair Bolsonaro: 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247