Depois de derrota de Macri e do empate de Netanyahu, Bolsonaro ganha o apelido de Mick Jagger

Depois do anúncio de que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não conseguiu a maioria dos votos para continuar no poder nas eleições locais e a lembrança de que Maurício Macri perdeu as primárias para o kirshnerismo, as redes sociais começaram a chamar Bolsonaro de Mick Jagger, aludindo ao pé-frio do roqueiro

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois do anúncio de que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, não conseguiu a maioria dos votos para continuar no poder nas eleições locais e a lembrança de que Maurício Macri perdeu as primárias para o kirshnerismo, as redes sociais começaram a chamar Bolsonaro de Mick Jagger, aludindo ao pé-frio do roqueiro. 

A matéria da revista Exame destaca que "a comparação do presidente com o vocalista da banda de rock Rolling Stones retoma uma teoria popular, que se criou na Copa do Mundo de 2010, disputada na África do Sul. Na época, o cantor ganhou a fama de “pé-frio” porque todos os times para que ele torcia em jogos do Mundial perdiam."

A reportagem ainda acrescenta que "Bolsonaro é apoiador declarado do político israelense, assim como do presidente argentino, Maurício Macri, que perdeu as eleições primárias para a chapa da opositora Cristina Kirchner e, de acordo com as pesquisas eleitorais, deve ser derrotado novamente, com uma desvantagem ainda maior em primeiro turno."

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247