Dono do Twitter defende decisão de banir Trump, mas admite risco para a democracia

Jack Dorsey diz que fechou a conta de Donald Trump em razão de circunstâncias extraordinárias, mas reconheceu o risco de sua decisão para uma sociedade plenamente democrática

Jack Dorsey
Jack Dorsey (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da RT – O CEO do Twitter, Jack Dorsey, defendeu a iniciativa de sua plataforma para bloquear a conta do presidente Donald Trump, ao mesmo tempo em que reconheceu que a remoção arbitrária de conteúdo pelas "big techs" pode significar o fim do debate online.

“Eu não comemoro ou sinto orgulho por termos que banir @realDonaldTrump do Twitter”, disse Dorsey na quarta-feira, acrescentando que a decisão de expulsar o presidente da plataforma ainda era “a certa”.

Ele citou as "circunstâncias extraordinárias e insustentáveis" que sua empresa teve que considerar quando se moveu para apagar a presença de Trump da plataforma, dizendo que a decisão foi tomada para proteger a "segurança pública".

“Os danos offline como resultado da fala online são comprovadamente reais e é isso o que impulsiona nossa política e aplicação acima de tudo”, disse ele.

Dorsey admitiu, no entanto, que isso mostra que os gigantes da tecnologia podem silenciar vozes à vontade se as considerarem muito perigosas. “Ter que realizar essas ações fragmenta a conversa pública. Eles nos dividem. Eles limitam o potencial de esclarecimento, redenção e aprendizado”, afirmou. "Isso abre um precedente que considero perigoso: o poder que um indivíduo ou empresa tem sobre uma parte da conversa pública global", admitiu.

Dorsey também reconheceu que a decisão pode ser "destrutiva para o propósito nobre e os ideais da Internet aberta.” Confira seus tweets:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247