Facebook e Instagram decidem remover qualquer post em apoio a Soleimani

O Instagram e sua empresa controladora, o Facebook, estão removendo postagens que apóiam o comandante iraniano morto Qassem Soleimani. A decisão tomada pela rede social de Mark Zuckerberg visa adequar a empresa às sanções impostas pelos Estados Unidos, mas pode ser entendida como uma forma de censura

(Foto: Craig Ruttle)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com o objetivo de cumprir sanções dos Estados Unidos, o Instagram e sua empresa controladora, o Facebook, estão removendo postagens que apóiam o comandante iraniano morto Qassem Soleimani. A informação é de um porta-voz do Facebook em comunicado à CNN Business sexta-feira. O Instagram também encerrou a conta de Soleimani na plataforma em abril passado.

"Operamos sob as leis de sanções dos EUA, incluindo aquelas relacionadas à designação do IRGC pelo governo dos EUA e sua liderança", disse um porta-voz do Facebook em comunicado.

Em protesto, o governo do Irã pediu uma ação legal em todo o país contra o Instagram. Também criou um portal em um site do governo para usuários do aplicativo enviarem exemplos de postagens removidas pela empresa, informou a mídia estatal iraniana.


Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247