Fernando Brito: Weintraub vira o “Ministro da Deduração”

Segundo o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço, é "ridículo" o vídeo com que ministro Abraham Weintraub diz que professores "estão coagindo alunos" a participarem das manifestações de hoje sob ameaça de punição"; "O mais grave, porém, é o ministro estimular uma onda de denuncismo contra professores"

Fernando Brito: Weintraub vira o “Ministro da Deduração”
Fernando Brito: Weintraub vira o “Ministro da Deduração” (Foto: Marcelo Camargo - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, do Tijolaço - É ridículo o vídeo com que o olavista posto no MEC tenta dizer que professores estão coagindo alunos a participarem das manifestações de hoje sob ameaça de punição.

É, na verdade, o desdobramento oficial de uma campanha dos histéricos na rede com a hashtag "Dia30Meufilho não vai".

É óbvio que isso não existe, que professores não fazem isso e nem teriam condições de coagir alunos desta forma e que é uma mera desculpa para classificar, de novo, os estudantes como massa de manobra de interesses corporativos do magistério.

O mais grave, porém, é o ministro estimular uma onda de denuncismo contra professores, pedindo que mandem provas para o Ministério tomar "as providências cabiveis".

Sabe aquele mau aluno, aquele pai ou mãe recalcado que acha que é apenas do professor o desempenho ridículo? Pois é, basta armar uma "denúncia" contra ele.

Aí é só mandar para o "Ministro da Deduração" que ele será punido, tão certo como a Terra é plana.

Heilavo!

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247