Folha renova mandato da ombudsman Suzana Singer

No momento em que mdia pode entrar em xeque na CPI do Cachoeira, jornal premia leitores com mais um ano de garantia para as crticas pblica e interna feita pela criteriosa jornalista

Folha renova mandato da ombudsman Suzana Singer
Folha renova mandato da ombudsman Suzana Singer (Foto: Marisa Cauduro/Folhapress)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Marco Damiani _247 – Gol da Folha. O jornal Folha de S. Paulo informa na edição do domingo 22 que foi renovado, “em comum acordo”, o mandato da jornalista Suzana Singer como ombudsman da instituição. Ganham os leitores e o próprio jornal, que têm contado, nos últimos dois anos, com a criteriosa atenção da profissional aos assuntos mais polêmicos publicados pelo veículo. A respeito do que vem pela frente, ela pontua: "Este ano já começou tempestuoso com a CPI do caso Cachoeira, com possíveis desdobramentos sobre a mídia". Acrescenta que o ano será "cheio" em razão das coberturas das Olimpíadas de Londres e das eleições municipais no Brasil.

Com a experiência de quem, aos 46 anos de idade, já foi editora de Cotidiano, diretora de revistas e secretária de redação, em 25 anos de carreira na Folha, Suzana exerce sua atual função pela crítica objetiva, baseada nas regras da própria casa e no bom senso. Em sua coluna na edição deste domingo, por exemplo, ela lembra que a acusação de recebimento ilícito de R$ 1 milhão por parte do ex-vice-presidente do Banco do Brasil Allan Toledo foi publicada pelo jornal em manchete, em fevereiro – e ensina que a notícia do arquivamento do processo contra ele na Comissão de Ética Pública da Presidência da República igualmente deveria ter saído na primeira página.

Suzana, como aponta a matéria da Folha de domingo sobre a renovação do mandato, ampliou a área de atuação do cargo. Ela criou um perfil no twitter -- @folha_ombudsman – e tem usado a ferramenta “mais para ouvir as queixas do que para falar”. No balanço de seus dois anos de trabalho na função, a jornalista considera ter aumentado “o contato com leitores mais distantes, que não se mobilizam para procurar o ombudsman para reclamar”.

A notícia da renovação -- ela é a décima primeira ombudsman da Folha, onde o cargo foi criado em 1989 -- veio acompanhada de outra: um mesmo profissional poderá ocupar o cargo, a partir de agora, por até quatro anos, e não mais apenas por três anos. Indicativo de que há grandes chances de contar com os bons serviços de Suzana Singer, na ponte entre o jornal e seus leitores, por mais um ano após o ano ganho agora, com vigência a partir de 25 de abril.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email