Funcionários da EBC denunciam censura de Bolsonaro na emissora: 'não somos instrumentos de propaganda'

"São inúmeros os casos de interferência na pauta jornalística e na grade das emissoras de rádio ou da TV Brasil", diz carta publicada nesta sexta

Jair Bolsonaro e fachada da EBC
Jair Bolsonaro e fachada da EBC (Foto: Reuters | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Uma comissão de funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) publicou nesta sexta-feira (12) uma carta aberta apontando a ingerência do governo do presidente Jair Bolsonaro na atuação jornalística da empresa pública.

“Não podemos servir de instrumento para propaganda e promoção pessoal de presidentes ou de governos, como tem sido atestado em inúmeros relatórios produzidos por seus empregados”, diz trecho da nota que reforça o caráter público da empresa que é responsável pela TV Brasil e outros veículos.

“São inúmeros os casos de interferência na pauta jornalística e na grade das emissoras de rádio ou da TV Brasil", afirmam os profissionais.

Veja a nota na íntegra, no site da FENAJ 

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email