Gaspari: Temer pedala debaixo de aplausos

Segundo o jornalista, em crítica feroz ao governo do vice interino, povo está encantado com a desenvoltura com que Temer pedala, dentro da lei e debaixo de aplausos; ele questiona o refresco na dívida dos Estados, que deixa rombo de R$ 50 bilhões nas contas da União: “Quando disseram a Eremildo que a maior parte da dívida estava com São Paulo, Rio e Minas Gerais, enquanto o Piauí nada devia, ele achou que isso era conversa de petista mentiroso. Era verdade, ele não entendeu, mas conformou-se. Afinal de contas, é um idiota”

Segundo o jornalista, em crítica feroz ao governo do vice interino, povo está encantado com a desenvoltura com que Temer pedala, dentro da lei e debaixo de aplausos; ele questiona o refresco na dívida dos Estados, que deixa rombo de R$ 50 bilhões nas contas da União: “Quando disseram a Eremildo que a maior parte da dívida estava com São Paulo, Rio e Minas Gerais, enquanto o Piauí nada devia, ele achou que isso era conversa de petista mentiroso. Era verdade, ele não entendeu, mas conformou-se. Afinal de contas, é um idiota”
Segundo o jornalista, em crítica feroz ao governo do vice interino, povo está encantado com a desenvoltura com que Temer pedala, dentro da lei e debaixo de aplausos; ele questiona o refresco na dívida dos Estados, que deixa rombo de R$ 50 bilhões nas contas da União: “Quando disseram a Eremildo que a maior parte da dívida estava com São Paulo, Rio e Minas Gerais, enquanto o Piauí nada devia, ele achou que isso era conversa de petista mentiroso. Era verdade, ele não entendeu, mas conformou-se. Afinal de contas, é um idiota” (Foto: Realle Palazzo-Martini)

247 - O Jornalista Elio Gaspari, em sua última crônica envolvendo o personagem Eremildo, o Idiota – uma alusão à massa ignara do Brasil –, diz que o vice interino Michel Temer continua a ter um apoio imotivado.

Segundo o jornalista, “o cretino tem uma bicicleta, sabe que as pedaladas fiscais da doutora Dilma tinham um ingrediente de maquiagem contábil e está encantado com a desenvoltura com que Temer pedala, dentro da lei e debaixo de aplausos”.

Gáspari faz uma crítica feroz à negociação de Temer para refrescar a dívida dos estados, aliviando para maus pagadores como Rio, Minas e São Paulo, enquanto indigentes como Piauí já honraram seus compromissos.

Temer “pedalou” a conta dando às unidades federadas uma moratória de seis meses, seguida de um desconto decrescente nas prestações, deixando um rombo de R$ 50 bilhões nas contas da União.

“Quando disseram a Eremildo que a maior parte da dívida estava com São Paulo, Rio e Minas Gerais, enquanto o Piauí nada devia, ele achou que isso era conversa de petista mentiroso. Era verdade, ele não entendeu, mas conformou-se. Afinal de contas, é um idiota.”

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247