George Marques sobre delação de Funaro: tremei, Brasília

Jornalista afirma que "informações dos bastidores dão conta que a delação de Funaro revelará como o presidente Michel Temer teria virado beneficiário de desvios na Caixa Econômica Federal. Além disso, virá a público, em breve, infos sobre as contas de propina no exterior e quais deputados do PMDB da Câmara próximos a Temer e Eduardo Cunha foram beneficiados com as ilicitudes"

Jornalista afirma que "informações dos bastidores dão conta que a delação de Funaro revelará como o presidente Michel Temer teria virado beneficiário de desvios na Caixa Econômica Federal. Além disso, virá a público, em breve, infos sobre as contas de propina no exterior e quais deputados do PMDB da Câmara próximos a Temer e Eduardo Cunha foram beneficiados com as ilicitudes"
Jornalista afirma que "informações dos bastidores dão conta que a delação de Funaro revelará como o presidente Michel Temer teria virado beneficiário de desvios na Caixa Econômica Federal. Além disso, virá a público, em breve, infos sobre as contas de propina no exterior e quais deputados do PMDB da Câmara próximos a Temer e Eduardo Cunha foram beneficiados com as ilicitudes" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por George Marques, em seu Facebook

Tremei, Brasília. Delação do operador de propinas do PMDB, Lucio Funaro, já está em posse do Supremo Tribunal Federal para homologação. Mas afinal, o que vem por aí em mais essa delação premiada?

Informações dos bastidores dão conta que a delação de Funaro revelará como o presidente Michel Temer teria virado beneficiário de desvios na Caixa Econômica Federal.

Além disso, virá a público, em breve, infos sobre as contas de propina no exterior e quais deputados do PMDB da Câmara próximos a Temer e Eduardo Cunha foram beneficiados com as ilicitudes. Tremei, Brasília, terremoto político à vista.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247