Glenn atesta: vamos continuar com muitas reportagens

"Estamos trabalhando com muitas mais reportagens, inclusive com parceiras. Esta será a nossa resposta primária e definitiva às novas táticas de ontem", escreveu o jornalista Glenn Greenwald, após a PF prender "hackers" suspeitos de invadirem o celular do ministro Sérgio Moro (Justiça)

Glenn Greenwald
Glenn Greenwald (Foto: GUSTAVO BEZERRA)

247 - O jornalista Glenn Greenwald afirmou que o site Intercept Brasil dará continuidade à publicação de reportagens sobre as irregularidades na Operação Lava Jato.

"Estamos trabalhando com muitas mais reportagens, inclusive com parceiras. Esta será a nossa resposta primária e definitiva às novas táticas de ontem", escreveu ele no Twitter, após a Polícia Federal prender "hackers" suspeitos de invadirem o celular do ministro Sérgio Moro (Justiça). 

De acordo com reportagens do site, Moro extrapolou suas funções quando era juiz da Lava Jato e interferiu no trabalho de procuradores. O ex-magistrado negociou acordos de delação premiada e recomendou acréscimo de informações na produção de provas contra um réu.

O ex-juiz também questionou a capacidade de uma procurador ade interrogar o ex-presidente Lula e sugeriu inversão da ordem das fases da operação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247