Glenn Greenwald: é bom que Elon Musk tenha admitido que deu o golpe na Bolívia

Jornalista lembra que quando entrevistou Evo Morales, isso já havia sido dito pelo ex-presidente boliviano

Glenn Greenwald
Glenn Greenwald (Foto: Alessandro Dantas/PT)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Glenn Greenwald comentou a confissão do empresário Elon Musk, CEO e fundador da Tesla, de que teria participado do golpe contra Evo Morales na Bolívia. “É bom que Elon Musk esteja admitindo isso”, postou Glenn no Twitter.

O editor do The Intercept Brasil recordou então uma entrevista feita por ele com Evo Morales na Cidade do México em dezembro do ano passado e lembrou que o próprio ex-presidente da Bolívia havia chamado sua deposição da presidência de “golpe do lítio”.

Neste sábado (25), Elon Musk respondeu a um internauta no Twitter que critica o golpe dos EUA contra a Bolívia com a seguinte frase: “Vamos dar golpe em quem quisermos, lide com isso”. A Tesla tem interesse no lítio para a produção de baterias elétricas e a Bolívia é uma das regiões mais ricas do mundo em reserva deste elemento químico.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247