Globo faz campanha contra Favreto e silencia sobre ilegalidades de Moro

Reportagem do jornalista Matheus Leitão, do G1, diz que o desembargador do TRF-4 Rogério Favreto, que determinou a soltura de Lula no último domingo 8, já respondeu no CNJ por "insinuar" críticas à Lava Jato, e que "acumula, em sua carreira, 10 reclamações disciplinares"; Moro coleciona ainda mais reclamações no órgão por irregularidades na Lava Jato, e teve todas arquivadas

www.brasil247.com - Globo faz campanha contra Favreto e silencia sobre ilegalidades de Moro
Globo faz campanha contra Favreto e silencia sobre ilegalidades de Moro


247 - A Globo tem destacado pedidos de ação contra o desembargador do TRF-4 Rogério Favreto, que determinou a soltura de Lula no último domingo 8. Reportagem do jornalista Matheus Leitão, do G1, diz que Favreto já respondeu no CNJ por "insinuar" críticas à Lava Jato, e que "acumula, em sua carreira, 10 reclamações disciplinares".

O texto não cita, no entanto, que Sergio Moro, da 13ª Vara de Curitiba, já foi alvo de pelo menos 14 reclamações apontando irregularidades na Lava Jato, como a divulgação de grampos da presidente da República, Dilma Rousseff, e do ex-presidente Lula. Moro foi blindado em todas elas.

No episódio deste domingo 8, Moro, de férias em Portugal, telefonou para o chefe da Polícia Federal para que não cumprisse a determinação de Favreto pela soltura de Lula. Os absurdos envolvem o juiz de primeira instância estar fora de sua atividade e mesmo assim atuar para manter Lula preso, ordenar que uma ordem não seja cumprida e ainda intervir em um processo que não pertence mais à sua vara. Mas nada disso foi destacado pela Globo.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247