Golpista, Veja agora lamenta a censura

A revista Veja, um dos principais veículos do ódio aos governos do PT, entusiasta apoiadora do golpe contra Dilma Roussef em 2016 e da eleição de Bolsonaro em 2018, agora encena horror com a monstruosidade que cometeu. "Uma nova idade das trevas" é a capa da revista deste fim de semana, com a foto do beijo gay censurado no Rio de Janeiro pelo consórcio Crivella-Bolsonaro-fundamentalismo. Mas não há autocrítica da revista.

Capa da revista Veja e Jair Bolsonaro
Capa da revista Veja e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A revista Veja, um dos principais veículos do ódio aos governos do PT, entusiasta apoiadora do golpe contra Dilma Roussef em 2016 e da eleição de Bolsonaro em 2018, agora encena horror com a monstruosidade que cometeu. "Uma nova idade das trevas" é a capa da revista deste fim de semana, com a foto do beijo gay censurado no Rio de Janeiro pelo consórcio Crivella-Bolsonaro-fundamentalismo.  Mas não há autocrítica da revista. 

Na chamada da capa da revista, o registro dos tempos criados pelas elites com apoio entusiasmado da Editora Abril: "Ataques à democracia, recolhimento de livros, campanhas antivacinas e até terraplanismo".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email