Guga Chacra diz que política externa de Bolsonaro é um fiasco

O jornalista Guga Chacra considera amadora a política externa do governo de Jair Bolsonaro, formulada por trumpistas brasileiros e não por diplomatas experientes capacitados para melhorar as relações entre os dois países e beneficiar o Brasil

Guga Chacra e Jair Bolsonaro 
Guga Chacra e Jair Bolsonaro  (Foto: Dir.: Adriano Machado - Reuters)

247 - Em artigo no Globo, o jornalista Guga Chacra critica o amadorismo da política externa brasileira sob o comando de um Iramaraty que leva o país ao fiasco. 

O jornalista opina que "Bolsonaro não pode ser considerado o Trump brasileiro. Trata-se apenas de um fã do presidente americano, similar a trumpistas ao redor dos EUA, com a diferença de não falar inglês, não ter cidadania americana e, claro, governar uma das maiores economias do mundo".

Chacra põe o Itamaraty no alvo de sua crítica, ao escrever que este "deveria estar preparado para o anúncio de Trump de imposição de tarifas ao aço e ao alumínio brasileiro". E ressalta o despreparo do titular do Ministério das Relações Exteriores: "O problema é que o chanceler Ernesto Araújo está longe de ser um dos grandes expoentes do Instituto Rio Branco".

O jornalista observa que quem de fato comanda a política externa brasileira nem sequer é o ministro das Relações Exteriores. "Ele segue as determinações do assessor de assuntos internacionais da Presidência, Filipe Martins, um entusiasta de Trump desde as primárias republicanas e árduo defensor da direita soberanista internacional na luta contra liberais democratas ocidentais como Macron, Merkel, Obama e Trudeau. É um ideólogo, não um diplomata", arremata Chacra.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247