Internautas lembram os 41 anos de Marielle Franco e cobram autoridades nas redes sociais

"Quem mandou matar Marielle Franco e por quê?", questionou o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) no Twitter. "Exigimos Justiça", afirmou a deputada Erika Kokay (PT-DF). "Quem mandou o vizinho de Bolsonaro matar Marielle?", perguntou outra internauta

Marcelo Freixo, Erika Kokay e Marielle Franco
Marcelo Freixo, Erika Kokay e Marielle Franco (Foto: Câmara dos Deputados | Mídia NINJA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) cobrou um desfecho das investigações sobre o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL), que faria 41 anos nesta segunda-feira (27). Ela foi brutalmente assassinada pelo crime organizado em março de 2018. 

"Marielle completaria hoje 41 anos se não tivesse sido tirada de nós de forma tão bárbara. Exigimos Justiça. Quem mandou matar Marielle Franco e por quê?", escreveu o parlamentar no Twitter. 

A deputada federal Rike Kokay (PT-DF) também cobrou respostas de autoridades. "Hoje Marielle Franco faria 41 anos. Já são 866 dias sem respostas, mas continuamos incansáveis na busca por justiça! Quem mandou matar Marielle?", questionou. 

Marielle foi assassinada pelo crime organizado a tiros em março do 2018 na região central da cidade do Rio de Janeiro. Os criminosos perseguiram o carro dela por cerca de três quilômetros e efetuaram os disparos em um lugar sem câmeras. A ex-parlamentar era ativista de direitos humanos. Denunciava com frequência a violência cometidas por policiais contra as populações mais pobres e a atuação de milícias nas favelas.

Em março de 2019 foram presos dois suspeitos de serem os assassinos de Marielle: o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-militar Élcio Vieira de Queiroz. O primeiro é acusado de ter feito os disparos e o segundo de dirigir o carro que perseguiu a parlamentar. 

Lessa morava no mesmo condomínio de Bolsonaro. Queiroz, de 46 anos, havia postado no Facebook uma foto ao lado de Jair Bolsonaro. Na foto, o rosto de Bolsonaro está cortado. 

 

 

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247