Janio: Moro prossegue na transgressão às normas judiciais

Jornalista Janio de Freitas faz referência ao fato de Sérgio Moro ter dado a Jair Bolsonaro acesso ao inquérito sobre o "laranjal" do PSL; "É espantoso, isso é, que Moro prossiga na transgressão às normas judiciais, a que dizia estar dedicado. Espantoso e provado", afirma

Mídia foi parceria da delinquência de Moro, diz Janio de Freitas
Mídia foi parceria da delinquência de Moro, diz Janio de Freitas (Foto: Reprodução (Youtube))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  "É espantoso, isso é, que Moro prossiga na transgressão às normas judiciais, a que dizia estar dedicado. Espantoso e provado", escreve o jornalista Janio de Freitas em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo.

"Bolsonaro deu ordem a Moro de investigar todos os partidos. Os traços de Estado policial nessa ordem - percepção do repórter exemplar que é Rubens Valente, na Folha de 5/6 - começam, porém, em outra irregularidade grave: a ordem de Bolsonaro seguiu-se ao recebimento de cópia, entregue por Moro, da investigação sobre os 'laranjas' do PSL", complementa.

Segundo o colunista, "Moro transgrediu o segredo de Justiça aplicado ao inquérito". "Com a mesma conduta de infidelidade judicial, o mesmo método de ação subterrânea, o mesmo ânimo transgressor que as mensagens comprovam".



  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email