Janio: pior corrupção foi a compra da reeleição de FHC

Tijolaço resgata entrevista de Janio de Freitas ao Roda Viva, feita em 2012, em que afirma que a compra de votos na era FHC foi o pior crime da República; “Janio também denuncia que a imprensa brasileira, sob a era FHC, aderiu de maneira muito pouco crítica ao projeto tucano”

Tijolaço resgata entrevista de Janio de Freitas ao Roda Viva, feita em 2012, em que afirma que a compra de votos na era FHC foi o pior crime da República; “Janio também denuncia que a imprensa brasileira, sob a era FHC, aderiu de maneira muito pouco crítica ao projeto tucano”
Tijolaço resgata entrevista de Janio de Freitas ao Roda Viva, feita em 2012, em que afirma que a compra de votos na era FHC foi o pior crime da República; “Janio também denuncia que a imprensa brasileira, sob a era FHC, aderiu de maneira muito pouco crítica ao projeto tucano” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

Por Miguel do Rosario, do Tijolaço

Nessa entrevista ao Roda Viva, feita em 2012, Janio de Freitas, um dos jornalistas políticos mais experientes da imprensa brasileira, afirma que a compra de votos na era FHC foi o pior crime da República. Muito pior do que qualquer suposto crime praticado no governo Lula/Dilma.

Janio também denuncia que a imprensa brasileira, sob a era FHC, aderiu de maneira muito pouco crítica ao projeto tucano.

A imprensa rasgou sua fantasia de imparcialidade e se tornou “suporte” do governo.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email