Jean Wyllys diz que mídia chocou ovo da serpente e Miriam faz crítica tardia

Numa longa sequência de tuítes, o ex-deputado fez uma dura crítica ao comportamento da imprensa hegemônica durante as eleições e diz que a jornalista Miriam Leitão agora 'posa de indignada'; "Diante de tudo isso, @MiriamLeitaoCom ainda vem se fazer de "indignada" por eu ter criticado, com respeito, sua tardia conclusão de que Bolsonaro é incompetente e ter dito que ela pavimentou seu caminho até a presidência", diz ele

Jean Wyllys diz que mídia chocou ovo da serpente e Miriam faz crítica tardia

247 - O ex-deputado Jean Wyllys, que deixou o Brasil no início do ano após ter sido alvo de ameaças por um longo período, fez uma extensa sequência de postagens em sua conta no Twitter para criticar duramente a imprensa hegemônica e seu papel durante a campanha para a consolidação do fascismo e a eleição de Jair Bolsonaro. Ele faz uma tréplica a Miriam Leitão, a quem criticou por sua "conclusão tardia" sobre o perigo de Bolsonaro e de quem também acabou lendo críticas nas redes sociais.

Jean Wyllys, que também é jornalista e já atuou na grande imprensa, diz que "toda imprensa comercial no Brasil é historicamente antipetista e muitos dos seus medalhões trabalharam no limite da fake news contra o PT e seus governos" e que os jornalistas, em boa parte, "participaram do golpe mascarado de impeachment contra Dilma Rousseff e insuflaram o antipetismo".

"Boa parte da imprensa comercial brasileira passou pano sobre às violações de direitos perpetradas pela Lava Jato e transformou os medíocres Sergio Moro e Dallagnol em heróis", lembra ele, exemplificando com uma cena de Bolsonaro no Jornal Nacional, onde não houve rebatida de Wiliam Bonner sobre sua mentira a respeito do fantasioso kit gay.

"Boa parte da imprensa comercial construiu uma narrativa que equiparava @Haddad_Fernando a Jair Bolsonaro, como se se tratasse de candidatos do mesmo nível. Enquanto amaciava a abordagem sobre Bolsonaro, endurecia o discurso contra Haddad", destacou.

"Diante de tudo isso, @MiriamLeitaoCom ainda vem se fazer de "indignada" por eu ter criticado, com respeito, sua tardia conclusão de que Bolsonaro é incompetente e ter dito que ela pavimentou seu caminho até a presidência. Ora, @MiriamLeitaoCom, você pode ser esquecida, mas burra não é: e você sabe que quando disse "você" estava me referindo à imprensa comercial da qual você faz parte, que, sim, pavimentou o caminho de Bolsonaro à presidência", criticou.

Em artigo publicado no jornal O Globo nesta quarta-feira 22, Miriam Leitão escreveu que Bolsonaro não serve, um dia após o presidente receber, no Palácio do Planalto, o diretor da emissora em Brasília, Paulo Tonet. "O fato é simples: o presidente Bolsonaro não sabe governar. É essa a razão da sua performance tão errática nestes quase cinco meses", escreveu a jornalista.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

247 faz apelo por debate responsável na internet

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247