JN dedica mais tempo atacando Lula do que noticiando seu encontro com o Papa

Em um registro de 49 segundos, o Jornal Nacional noticiou que o ex-presidente Lula encontrou-se com o Papa Francisco nesta quinta-feira (13) no Vaticano, mas dedicou a maior parte do tempo para falar da condição jurídica do ex-presidente

(Foto: Reprodução/TV Globo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Jornal Nacional dedicou 49 segundos da edição desta quinta-feira, 13, para falar sobre a visita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Papa Francisco no Vaticano. 

Do total do rápido registro, que não aparece declaração do ex-presidente, embora ele tenha feito vídeo nas redes sociais falando sobre o encontro, o apresentador William Bonner dedicou 31 segundos para falar da condição jurídica do ex-presidente. 

“Lula não sofre restrições para sair do Brasil. Ele foi condenado à prisão em segunda instância, e está solto porque o Supremo Tribunal Federal entendeu que os condenados podem permanecer em liberdade até o esgotamento dos recursos judiciais. A defesa do ex-presidente conseguiu adiar o depoimento que ele prestaria nesta semana como réu na Operação Zelotes. Lula responde pela suposta venda de uma medida provisória para beneficiar empresas do setor automobilístico. O depoimento foi remarcado para quarta-feira que vem”, disse Bonner.

Nas redes sociais, internautas protestaram contra a cobertura da Globo ao encontro. 

 

 

Assista à nota do JN sobre o encontro entre Lula e o Papa Francisco.   

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247