Jornal Nacional dedica cinco minutos aos erros de português de Weintraub e ao nazismo do governo Bolsonaro

O telejornal fez uma cobertura bastante ácida dos erros do Enem neste ano, mostrou os erros de português do perfil do ministério, e ainda fez longa matéria do que chamou de "ideias nazistas" do ex-secretario da Cultura, Roberto Alvim

Bolsonaro JN
Bolsonaro JN (Foto: Divulgação/Globo)

Da revista Fórum – O Jornal Nacional, da Globo, saiu do silêncio na noite deste sábado (18) e deu mais de 5 minutos a dois temas espinhosos para o governo Bolsonaro.

Fez uma cobertura bastante ácida dos erros do Enem neste ano, mostrando que o ministro Weintraub havia dito ainda ontem que esta edição havia sido a melhor da história, mas que hoje começaram a aparecer vários erros de avaliação, que prejudicavam a nota de uma grande quantidade de estudantes.

Além disso, o JN ainda mostrou os erros de português do perfil do ministério que escreveu “paralização”, assim mesmo, com z. E também destacou os erros de português do próprio ministro, que recentemente escreveu “imprecionante”, assim mesmo, com c.

O jornal ainda fez longa matéria do que chamou de “ideias nazistas” do ex-secretário da Cultura, Roberto Alvim. Também deu crédito ao Jornalistas Livres pela matéria e à advogada Manuela Lourenção que postou a informação em primeira mão no seu perfil do Twitter.

O Jornal Nacional de hoje mudou de postura. Talvez por ser sábado, seu dia se menor audiência. Mas já é algo para ser anotado.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247