Josias: Silêncio de Temer à PF é eloquente

"Alguém precisa dizer a Temer que falta à sua estratégia de defesa a densidade de meio quilo de explicações. Depois de pedir prazo para responder ao interrogatório da Polícia Federal, Temer informou ao Supremo que não responderá às perguntas. Seu silêncio é eloquente", afirma o jornalista; para Josias de Souza, Temer é "um presidente apaixonado pelo erro. E plenamente correspondido"

"Alguém precisa dizer a Temer que falta à sua estratégia de defesa a densidade de meio quilo de explicações. Depois de pedir prazo para responder ao interrogatório da Polícia Federal, Temer informou ao Supremo que não responderá às perguntas. Seu silêncio é eloquente", afirma o jornalista; para Josias de Souza, Temer é "um presidente apaixonado pelo erro. E plenamente correspondido"
"Alguém precisa dizer a Temer que falta à sua estratégia de defesa a densidade de meio quilo de explicações. Depois de pedir prazo para responder ao interrogatório da Polícia Federal, Temer informou ao Supremo que não responderá às perguntas. Seu silêncio é eloquente", afirma o jornalista; para Josias de Souza, Temer é "um presidente apaixonado pelo erro. E plenamente correspondido" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O silêncio de Michel Temer em resposta às 82 perguntas da Polícia Federal "é eloquente", escreve o jornalista Josias de Souza, em seu blog no UOL.

"Alguém precisa dizer a Temer que falta à sua estratégia de defesa a densidade de meio quilo de explicações. Depois de pedir prazo para responder ao interrogatório da Polícia Federal, Temer informou ao Supremo que não responderá às perguntas. Seu silêncio é eloquente", afirma.

"Errar é humano. Mas escolher o erro cuidadosamente, receber o erro no escurindo do Jaburu, embarcar em jatinhos para desfrutar do conforto do erro, despachar com o erro diariamente… aí só mesmo Michel Temer, um presidente apaixonado pelo erro. E plenamente correspondido", diz ainda.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247