Kennedy: Dallagnol perdeu condição de integrar Lava Jato

"Esse é mais um episódio da Vaza Jato que mostra que Deltan Dallagnol perdeu a condição de continuar no comando da força-tarefa, de permanecer na Lava Jato e de seguir profissionalmente como procurador da República. Ele agiu ilegalmente", afirma o jornalista Kennedy Alencar sobre a tentativa da Lava Jato de investigar o ministro Gilmar Mendes (do STF)

247 - "Reportagem da parceria entre o “El País” e o “The Intercept Brasil” mostra abuso de poder na tentativa de investigar o ministro do STF Gilmar Mendes - algo fora da competência jurisdicional de procuradores da República de primeira instância", destaca o jornalista Kennedy Alencar em seu blog.

De acordo com o jornalista, "esse é mais um episódio da Vaza Jato que mostra que Deltan Dallagnol perdeu a condição de continuar no comando da força-tarefa, de permanecer na Lava Jato e de seguir profissionalmente como procurador da República. Ele agiu ilegalmente".

"De novo, a força-tarefa da Lava Jato teve arroubo de estado paralelo, capaz de mudar rumos de investigações e avançar sobre atribuições que não possui para investigar qualquer cidadão. Isso é um risco para a sociedade como um todo", continua.

Leia a íntegra no Blog do Kennedy Alencar

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247