Kennedy: Gesto para enfraquecer PMDB é dor de cabeça para Dilma

Para o jornalista Kennedy Alencar, a ajuda do governo para que o ministro Gilberto Kassab recrie seu partido, a fim de enfraquecer o PMDB, "pode trazer tensão política na hora de reforma ministerial" e "mais dor de cabeça à presidente Dilma Rousseff"; "Mas a capacidade do governo de cometer erros nunca pode ser subestimada", critica ele

Para o jornalista Kennedy Alencar, a ajuda do governo para que o ministro Gilberto Kassab recrie seu partido, a fim de enfraquecer o PMDB, "pode trazer tensão política na hora de reforma ministerial" e "mais dor de cabeça à presidente Dilma Rousseff"; "Mas a capacidade do governo de cometer erros nunca pode ser subestimada", critica ele
Para o jornalista Kennedy Alencar, a ajuda do governo para que o ministro Gilberto Kassab recrie seu partido, a fim de enfraquecer o PMDB, "pode trazer tensão política na hora de reforma ministerial" e "mais dor de cabeça à presidente Dilma Rousseff"; "Mas a capacidade do governo de cometer erros nunca pode ser subestimada", critica ele (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O movimento do governo ao tentar ajudar o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, a recriar o PL "pode trazer tensão política na hora de reforma ministerial", avalia o jornalista Kennedy Alencar. O objetivo, com o gesto, é enfraquecer o PMDB.

O gesto acontece "na semana em que [o governo] precisa realizar uma reforma ministerial que acalme o ambiente político", lembra o jornalista. "Entrar noutra briga entre Kassab e o PMDB só trará mais dor de cabeça à presidente Dilma Rousseff. Mas a capacidade do governo de cometer erros nunca pode ser subestimada", critica ele.

Ouça aqui a íntegra de seu comentário.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247