Kotscho: Cada vez mais cercado, Temer vive dia infernal

Jornalista lembra que, "logo ao amanhecer", Michel Temer ficou sabendo que prenderam mais um de seus "homens de confiança", o seu ex-ministro Henrique Eduardo Alves; às quatro e meia da tarde, termina o prazo para que ele responda às 82 perguntas que lhe foram enviadas ontem pela Polícia Federal e, às sete da noite, recomeça no Tribunal Superior Eleitoral o julgamento da chapa Dilma-Temer que pode cassar seu mandato; segundo Kotscho, "o presidente agora se dedica apenas a fazer sua própria defesa no STF e no TSE para garantir o foro privilegiado"

Michel Temer
Michel Temer (Foto: Gisele Federicce)

247 - Michel Temer vive nesta terça-feira 6 "um dia infernal", avalia o jornalista Ricardo Kotscho, em seu blog.

Kotscho lembra que, "logo ao amanhecer", Michel Temer ficou sabendo que prenderam mais um de seus "homens de confiança", o seu ex-ministro Henrique Eduardo Alves; às quatro e meia da tarde, termina o prazo para que ele responda às 82 perguntas que lhe foram enviadas ontem pela Polícia Federal e, às sete da noite, recomeça no Tribunal Superior Eleitoral o julgamento da chapa Dilma-Temer que pode cassar seu mandato.

"Cada vez mais cercado por todos os lados, rejeitado por nove em cada dez brasileiros, com sua base de sustentação rachada, o presidente agora se dedica apenas a fazer sua própria defesa no STF e no TSE para garantir o foro privilegiado. Como ele vai arrumar tempo para governar o país no ano e meio de mandato que lhe resta? É humanamente impossível alguém conseguir trabalhar nestas condições", escreve o jornalista.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247