Kotscho: que bom jogar no time da democracia

"Mais animado ainda fiquei ao saber que o portal Brasil 247 lançou a campanha 'Jornalistas pela Democracia', uma seleção de 11 blogueiros independentes do primeiro time, que já trabalharam nas maiores redações do país. Faço parte dessa seleção", escreve o jornalista Ricardo Kotscho

Kotscho: que bom jogar no time da democracia
Kotscho: que bom jogar no time da democracia

Por Ricardo Kotscho, no balaio do Kotscho, para o Jornalistas pela Democracia Ao voltar agora há pouco de uma reportagem que fui fazer para a Folha sobre um belo projeto educacional em Itapevi, na região metropolitana, voltei mais animado com a vida.

Fui ver de perto a experiência incrível do casal formado por um austríaco e uma gaúcha, que trata crianças de 3 a 6 anos com o maior respeito e esmero, trabalhando como voluntários na escola montada por eles mesmos em sua chácara, que cederam para a prefeitura.

Como essa, que já tem 18 anos de anônima existência, devem existir centenas de outras histórias semelhantes, espalhadas pelo Brasil afora, mas a gente não fica sabendo, com o noticiário sufocado por bandalheiras e desgraças em geral.

Mais animado ainda fiquei ao saber que o portal Brasil 247 lançou a campanha “Jornalistas pela Democracia”, uma seleção de 11 blogueiros independentes do primeiro time, que já trabalharam nas maiores redações do país. Faço parte dessa seleção.

Diz o manifesto de lançamento:

“O Brasil tem direito à informação, a uma imprensa livre, a ter jornalistas com coragem de dizer e escrever a verdade. Com esse espírito nasce o projeto que reúne uma rede de profissionais experientes, consagrados e comprometidos com você _ não com os poderosos. Contribua, faça parte desta rede e apoie a produção de conteúdo por profissionais como Mario Vitor Santos, Ricardo Kotscho, Florestan Fernandes Junior, Helena Chagas, Marco Damiani, Igor Fuser, Mauro Lopes, Ricardo Melo, Paulo Moreira Leite, Aquiles Lins, Gisele Fredericce, Alex Solnik, Gustavo Conde e Luís Costa Pinto”

Para saber como participar, é só acessar o portal neste endereço: brasil247.com.br

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela democracia)

Outra bela surpresa foi encontrar na volta, na área de comentários do Balaio (ver abaixo, no post sobre a Escola sem Partido e o Colégio Santa Cruz), a mensagem sempre carregada de fé, esperança e coragem do teólogo Leonardo Boff, velho companheiro de muitas lutas pela democracia:

“Considero o texto do amigo Kotscho sempre realista e os pés fincados no chão, geralmente duro de se pisar. É bom que haja espiritualidade pois é uma fonte secreta de energia e de resiliência e por fim também de coragem. Eu espero dias sombrios para muitos de nós. Precisamos salvar nossos pescoços, porque a cabeça sozinha não se sustenta. E eles querem o nosso pescoço no estilo do Estado Islâmico (se tomarmos a sério as bravatas dos filhos do JB). Repito o que dizia o Quixote: no hay que aceptar las derrotas sin antes dar todas las batallas. E nisso estamos, com coragem”.

Ter leitores como Leonardo Boff é o que me anima a continuar escrevendo todos os dias aqui no Balaio e no portal Brasil 247, além das reportagens na Folha, enquanto isso não for proibido.

Vida que segue.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela democracia)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247